INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Esportes

Com gol solitário de Raphael Veiga, Palmeiras vence o Atlético-MG, que sai vaiado após o jogo

Nesta quarta-feira (2), ocorreu o primeiro duelo brasileiro da Copa Libertadores, onde o Palmeiras conquistou uma importante vitória por 1 a 0 contra o Atlético-MG fora de casa.

O jogo aconteceu no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, e por mais que jogasse fora de casa, a equipe alviverde foi quem mais comandou as ações da partida, sempre tendo mais controle e cadenciando o jogo de uma maneira que tirasse o ímpeto do time mineiro; e após obter a vantagem no placar não se arriscou e tentou buscar o contra-ataque.

Enquanto isso, o Atlético-MG,  que detinha o mando de jogo, pouco fez e pouco criou durante toda a partida, procurando sempre abusar de jogadas pelas laterais e de cruzamentos, além de  tentar algo aéreo, já que suas principais estrelas, Hulk e Paulinho, praticavam pouco perante a forte marcação de Gustavo Gómez e Murilo.


Os técnicos de Palmeiras e Atlético-MG, Abel Ferreira e Felipão (Foto-Reprodução/ge.globo/César Greco)


Primeiro tempo com brilho de Raphael Veiga

O primeiro tempo começou com um Atlético tentando espantar a má fase e se impor a um Palmeiras que vivia, talvez, sua fase mais instável nos últimos anos; porém, o que se viu foi a equipe paulista buscando ter mais a posse de bola e quando a tinta, sair em uma transição rápida. Essa estratégia logo se via efetiva, já que aos 9 minutos, Raphael Veiga, livre no meio-campo após boa troca, avançou e chutou forte, o goleiro Everson rebateu e por pouco Gabriel Menino não abriu o marcador. 

O jogo continuava, contudo, a favor da equipe alviverde, que sempre que podia cadenciava a partida e tornava o jogo um pouco mais lento, só acelerando quando necessário, o que não era muito favorável para a equipe atleticana, que simplesmente não se achava e errava muitos passes e não conseguia ganhar as principais divididas no meio-campo. E aos 29 minutos, após um excelente lançamento de Mayke, que achou livremente o zagueiro Gustavo Gómez, o fez escorar para trás e em um lindo chute de primeira, Raphael Veiga abriu o marcador para a equipe do Palmeiras.


Jogadores do Palmeiras celebrando o gol feito por Raphael Veiga contra o Atlético-MG (Foto-Reprodução/Instagram/@palmeiras)


 Após o gol, o técnico Felipão sacou o meia argentino Zaracho, que não apresentava um bom futebol, e cedeu lugar para Igor Gomes. Poucos minutos depois, aos 38 minutos, em escanteio cobrado por Pavón, o atacante Hulk, que estava sumido na partida, quase empatou o jogo num lindo voleio. Essa foi praticamente a última grande chance ainda no primeiro tempo, que encerrou com o Palmeiras à frente do marcador por 1 a 0.

Segundo tempo com controle palmeirense e apatia atleticana 

O segundo tempo começou com os mesmos jogadores que terminaram o primeiro, assim como o controle palmeirense prosseguiu. Era nítida a tranquilidade da equipe paulista na troca de passes, parecendo que jogava em casa. Por outro lado, se via um Atlético desesperado por um empate, no entanto, por mais que o time fosse empurrado pela torcida, os jogadores pareciam não achar meios para ultrapassar a defesa adversária, que seguia firme com uma marcação acirrada e sem dá o mínimo espaço para Pavón, Paulinho e Hulk, o que forçava a equipe atleticana a continuar buscando algo com seus laterais e em bolas paradas visando aproveitar os zagueiros na área de ataque.


Atacante Paulinho do Atlético-MG, durante jogo contra o Palmeiras (Foto-Reprodução/Gilson Lobo/AGIF)


O jogo se desenrolou assim até os minutos finais da partida, o Atlético com as trocas de Felipão que usou todas as opções ofensivas que tinha, porém, os jogadores continuavam pecando na hora de dar o passe final. Além disso, os cruzamentos na área eram ineficazes, a ponto de irritar sua torcida e fazendo com que os jogadores, à medida que o jogo ia terminando, ficassem cada vez mais apáticos. Por outro lado, embora não tenha aparecido muito no campo ofensivo, a principal chance do segundo tempo foi da equipe de Abel Ferreira, onde, aos 94 minutos de jogo, em uma cobrança de falta de Jhon Jhon, o atacante atleticano Alan Kardec espirrou o chute e acertou a trave de sua própria equipe. Após o lance não se havia tempo para mais nada e o árbitro pôs fim ao jogo com o Palmeiras conseguindo a vitória por 1 a 0 diante do Atlético Mineiro no primeiro jogo das oitavas de final da Copa Libertadores.

Principais estatísticas da partida

Chutes: 

Atlético Mineiro: 13
Palmeiras: 7

Chutes ao gol:

Atlético Mineiro: 1
Palmeiras: 3

Posse de bola:

Atlético Mineiro: 52%
Palmeiras: 48%

Passes:

Atlético Mineiro: 390
Palmeiras: 365

Precisão nos passes:

Atlético Mineiro: 78%
Palmeiras: 73%

Faltas:

Atlético Mineiro: 11
Palmeiras: 19

Cartões amarelo:

Atlético Mineiro: 1
Palmeiras: 2

Impedimentos:

Atlético Mineiro: 3
Palmeiras: 3

Escanteios:

Atlético Mineiro: 9
Palmeiras: 5

Agora as equipes mudam o foco para a disputa do Campeonato Brasileiro, onde o Palmeiras enfrenta a equipe do Fluminense fora de casa, no sábado (5), às 21h (horário de Brasília). Já a equipe do Atlético Mineiro busca se reabilitar e sair de sua crise e enfrenta o São Paulo também fora de casa no domingo (6), às 16h (horário de Brasília).

As equipes voltam a se enfrentar pelo jogo de volta das oitavas da Copa Libertadores na próxima quarta-feira (9), às 21h30 (horário de Brasília), no Allianz Parque, em São Paulo, com o time do Palmeiras tendo a vantagem no confronto e precisando somente de um empate para avançar para próxima fase, enquanto a equipe mineira precisa de uma vitória por pelo menos um gol de diferença para levar a disputa para os pênaltis, e de dois gols para se classificar diretamente sem a necessidade das penalidades.

Foto destaque: O  meia palmeirense, Raphael Veiga, comemorando o seu gol Reprodução/Instagram/@cesar_greco

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...