INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Esportes

Goleada espanhola conta com hat-trick de Morata e recorde de Yamal

Goleada espanhola conta com hat-trick de Morata e recorde de Yamal

Em partida válida pelas eliminatórias da Eurocopa de 2024, a Geórgia recebeu a Espanha na última sexta-feira (8). Porém, os visitantes não tomaram conhecimento do adversário e golearam por 7 a 1 na Arena Dínamo, na capital georgiana Tbilisi. A goleada espanhola contou com os detaques para o centroavante e capitão Álvaro Morata, que marcou um hat-trick (três gols em um único jogo) e com o jovem Lamine Yamal, de apenas 16 anos, que quebrou recordes com a camisa “roja”.

 

Rodeio espanhol 

O confronto contava como a quarta rodada para a seleção da Geórgia, mas era apenas o terceiro jogo espanhol que, assim como Itália, Croácia e Holanda, estão um jogo atrasados em relação aos integrantes de seus respectivos grupos por conta de terem disputado as semifinais da Liga das Nações da UEFA em uma data Fifa que foi direcionada para as eliminatórias para o restante das seleções.

Em uma partida que encerrou com 72% de posse de bola e impressionantes 33 finalizações para os espanhóis, o primeiro tempo terminou em um placar de 4 a 0 para os visitantes, que pressionaram os mandantes desde o primeiro minuto, em jogada que terminou em defesa do goleiro georgiano Giorgi Mamardashvili em chute de Marco Asensio. A “blitz” da seleção espanhola contou com finalizações de Asensio novamente e Dani Olmo, até Morata abrir o placar aos 22 minutos ao completar de cabeça o cruzamento de Asensio.


Goleada espanhola conta com hat-trick de Morata e recorde de YamalGoleada espanhola conta com hat-trick de Morata e recorde de Yamal

Com o hat-trick marcado na partida, o centroavante e capitão Àlvaro Morata foi eleito o melhor em campo na partida contra a Geórgia (Foto: reprodução/ Instagram/ @SEFutbol)


Cinco minutos depois, o placar é ampliado para 2 a 0 após cruzamento rasteiro de Olmo pela direita ser desviado pelo defensor Solomon Kverkvelia para a própria meta.

A Espanha justificou seu apelido “La Furia Roja” e não deixou os adversários respirarem, pois três minutos após o segundo gol, em armação rápida de Morata pelo centro do campo, Fabián Ruiz completa para o gol, porém em condição irregular, que levou à anulação do tento pelo árbitro de vídeo. Aos 38′, Olmo bate e é bloqueado por dois defensores georgianos, mas insiste e consegue bater novamente e livre de marcação para o terceiro gol legítimo da Espanha.

Para selar o placar do primeiro tempo, em erro de saída de bola da Geórgia após pressão de Ruiz, a dividida do meia com o adversário sobrou para Morata, que rolou para Ruiz novamente que, de primeira, devolveu para Morata completar para o gol vazio em uma boa tabela construída pelos espanhóis. 

No início do segundo tempo, aos quatro minutos, a seleção da casa diminui o placar em bola sobrada finalizada por Giorgi Chakvetadze para a meta de Unai Simón, que não conseguiu segurar e deixou a bola passar. 

Em jogada trabalhada pela Espanha no lado direito, a bola sai dos pés de Rodri para a finalização de Morata, que completa o seu hat-trick na partida aos 65 minutos. 

As entradas de Nico Williams e Lamine Yamal nos lugares respectivos de Asensio e Olmo nos minutos finais do primeiro tempo deram um gás para a Espanha ampliar ainda mais o placar. Em jogada pelo lado esquerdo, o lateral Gayá aciona o Williams na ponta para fazer a sua jogada individual para cortar para o meio e terminar no sexto gol espanhol.


Goleada espanhola conta com hat-trick de Morata e recorde de Yamal

Nico Williams e Lamine Yamal entraram bem na partida e colaboraram para esticar ainda mais o placar. Williams marcou o sexto gol e deu assistência para o último gol da partida marcado por Yamal (Foto: reprodução/ Instagram/ @SEFutbol)


No sétimo gol, Williams faz cruzamento rasteiro pela esquerda que passa por todo mundo e encontra Yamal para bater colocado e fechar o placar em 7 a 1.

 

Noite especial para o recordista Yamal

Embora Morata tenha sido o destaque técnico em uma noite inspirada que terminou em três gols na partida, os holofotes focaram no jovem Yamal, do Barcelona. O jovem nasceu em 13 de julho de 2007 e, na temporada passada, a cria de “La Masia” havia quebrado o recorde de jogador mais jovem a estrear em uma partida profissional do Barcelona no século XXI, aos 15 anos e nove meses e 16 dias, no dia 29 de abril, em partida válida pela La Liga contra o Real Bétis no Camp Nou.

O ex-jogador e lenda Xavi Hernández, que é o atual técnico do Barça, botou o prodígio para jogar aos 83 minutos no lugar de Gavi, após o que seria o último gol da partida no minuto anterior. Na história do Barcelona, ele ainda é superado pelo filipino Paulino Alcântara, que estreou aos 15 anos, quatro meses e 18 dias, em 1912. 


Goleada espanhola conta com hat-trick de Morata e recorde de Yamal

Lamine Yamal marcou o último gol da partida e se tornou o mais jovem também a marcar pela seleção (Foto: Reprodução/ Instagram/ @SEFutbol)


O jovem ainda não marcou pelo Barcelona, mas soma duas assistências em seus três jogos na temporada. As boas atuações, principalmente a contra o Villarreal, na virada fora de casa por 4 a 3, fizeram o garoto ser convocado pela seleção e bater mais um recorde na carreira. Aos 16 anos e 57 dias, Yamal quebrou o recorde de jogador mais jovem a estrear e a marcar com a camisa da seleção principal.

O jovem superou o companheiro de clube Gavi, que aos 17 anos e 304 dias marcou seu primeiro gol pela seleção contra a República Tcheca no empate em 2 a 2, pela Liga das Nações em 5 de junho de 2022. Gavi, na ocasião, havia superado por apenas sete dias o também revelado pelo Barcelona, Ansu Fati, que fecha um top 3 exclusivamente composta por jogadores de “La Masia”.

 

Jejum do craque georgiano Kvaratskhelia


Goleada espanhola conta com hat-trick de Morata e recorde de Yamal

Destaque da seleção georgiana Kvaratskhelia passou em branco no jogo contra a Espanha e soma 22 jogos sem marcar por clube e seleção (Foto: reprodução/ Instagram/ @kvara7)


O grande craque da seleção da Geórgia, Khvicha Kvaratskhelia, de 22 anos e um dos 30 indicados à Bola de Ouro de 2023, encara um jejum de 22 jogos sem marcar. O atacante foi destaque da sensação da temporada passada, a equipe do Napoli que, sob o comando do atual técnico da Itália, Luciano Spalletti, foi campeão italiano depois de 33 anos, quando Diego Maradona ainda jogava no clube. A equipe do Napoli tinha como destaques Kvaratskhelia e o nigeriano Victor Osimhen, também indicado à Bola de Ouro deste ano.

O georgiano marcou na temporada passada 14 gols e distribuiu 17 assistências em 43 partidas, sendo dois gols e quatro assistências na Liga dos Campeões e o resto no campeonato italiano. No entanto, o ponta não marca desde o dia 19 de março, quando balançou as redes de pênalti na goleada por 4 a 0 contra o Torino, pela liga. Desde então, disputou 22 jogos e deu três assistências no período, sendo uma nessa temporada.

 

Foto destaque: Registro do elenco espanhol em comemoração de um dos gols da partida. Na foto, estão, da esquerda para a direita, Morata, Laporte, Ruiz, Yamal, Williams, Le Normand e Carvajal. Reprodução/ X/ @SEFutbol

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...