INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Esportes

Renan Dal Zotto deixa o comando técnico da Seleção Brasileira de Vôlei

O treinador Renan Dal Zotto anunciou o fim de ciclo. Ele não será mais o treinador da Seleção Brasileira de vôlei. O treinador comunicou sua decisão de pedir demissão do cargo um pouco depois da vitória do Brasil sobre a Itália, que selou a classificou da equipe para as Olimpíadas de Paris em 2024. O Brasil bateu a Itália por 3 sets a 2, no Maracanãzinho, na manhã deste domingo (8) e conseguiu sua classificação, mas que agora será dirigida por outro treinador.

 

Presão em Renan por vaga Olimpíca

O agora ex-treinador, Renan chegava ao Pré-Olímpico bastante pressionado devido aos maus resultados na Liga das Nações e na perda do Sul-Americano. Porém, mesmo com um ciclo um tanto quanto conturbado, a equipe brasileira garantiu o principal objetivo da temporada e conquistou uma das vagas para as Olimpíadas do próximo ano.


O técnico Renan Dal Zotto após a vitória sobre a Itália, que garantiu a classificação do Brasil para a próxima Olimpíadas (Foto: reprodução/Marcelo de Jesus)


Comunicado da saída de Renan do comando técnico do Brasil

O comunicado da decisão de deixar a Seleção por parte do próprio Renan foi dada na noite do sábado (7), no hotel onde a equipe está hospedada, no Rio de Janeiro. O treinador teve conversas com Radamés Lattari, presidente da CBV, e anunciou que não comandaria mais a equipe, independentemente do resultado da partida contra a Seleção Italiana. Os jogadores e comissão técnica, entretanto, não foram avisados, devido ao técnico temer que o anúncio atrapalhasse a concentração antes do jogo. 

“Eu tomei uma decisão essa semana, falei com a minha esposa. É hora de dar uma pausa. Decisão familiar, vou me afastar da Seleção Brasileira, mas não do vôlei. Uma orientação médica também por tudo o que passei em 2021. Os jogadores não sabem, a comissão técnica não sabe, vou conversar com eles agora no vestiário. Me afasto da Seleção, mas não do vôlei, que é a minha vida, onde estou há 50 anos.” declarou Renan, após o confronto contra Itália.

O novo treinador ainda será anunciado pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). Bernardinho, atual coordenador de seleções, é o nome mais forte no momento, para um um possível retorno ao comando da Seleção.

 

Passagem de Renan no comando da Seleção Brasileira

Renan assumiu o cargo de treinador do Brasil em 2017, após a saída de Bernardinho da equipe. De lá pra cá, o treinador acumulou bons, porém com maus momentos. No início, Renan conquistou a Copa dos Campeões, em 2017, e a Copa dos Campeões, em 2019. Logo depois, na edição da Liga das Nações de 2021, o técnico não estava no banco, pois nesse período ele ainda se recuperava da infecção por Covid, que o deixou 36 dias internado em um hospital no Rio de Janeiro. Carlos Schwanke foi o treinador durante o torneio.

 

Foto destaque: O agora ex-treinador da Seleção Brasileira de vôlei, Rena Dal Zotto. Reprodução/Jovem Pan

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...