INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Esportes

STJD pune Coritiba e Cruzeiro, com perda de torcida até o final do ano

STJD pune Coritiba e Cruzeiro, com perda de torcida até o final do ano

Coritiba e Cruzeiro foram punidos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e irão jogar sem torcida nos próximos 30 dias, ou seja, até o final do Brasileirão. Nesta quinta-feira (16), José Perdiz, presidente do STJD, atacou um pedido feito pela Procuradoria-Geral devido à briga de torcedores dos times que aconteceu no último sábado (11), na Vila Capanema.

A briga das torcidas

No sábado, torcedores de Cruzeiro e Coritiba invadiram o campo da Vila Capanema e protagonizaram uma guerra. A partida precisou ser paralisada e voltou depois de quase 40 minutos.

No pedido, o presidente ainda determinou que as equipes percam a carga de ingressos como visitante. Além disso, ele indeferiu o pedido de interdição da Vila Capanema, local onde o jogo aconteceu, e também não aprovou o afastamento das organizadas de Coritiba e Cruzeiro.


STJD pune Coritiba e Cruzeiro, com perda de torcida até o final do ano

Briga das torcidas do Coritiba e do Cruzeiro. Foto: reprodução/Premiere/Jogada 10


O Coritiba ainda tem mais quatro jogos no Campeonato Brasileiro, sendo dois em casa e dois fora. Já o Cruzeiro ainda faz mais seis jogos, a direção do clube já suspendeu a vende de ingressos para a partida contra o Vasco, marcado para o dia 22 deste mês.

O STJD já tinha feito essa medida preventiva na série A contra o Vasco e Santos por causa de confusões nos estádios. Depois, com julgamento e recursos, a equipe carioca foi punida em quatro partidas com portões fechados, enquanto o time paulista recebeu dois.

Denúncia e possíveis punições

As equipes ainda foram denunciadas pela Procuradoria do STJD, e correm risco de perderem até 20 mandos de campo. O julgamento de Coritiba e Cruzeiro em primeira estância ainda não tem data para acontecer.

Os times foram denunciados no Artigo 213, incisos I e II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Cada um dos incisos prevê perda de até dez mandos de campo, além de multa que vai de R$ 100 a R$ 100 mil.

Se acontecer a perda de mando, o Artigo 73 do Regulamento Geral de Competições da CBF em 2023 prevê que o time deverá jogar em um estádio que esteja, no mínimo 100 quilômetros de distância da cidade do clube, neste caso Curitiba e Belo Horizonte.

A Polícia Militar no início da semana, suspendeu o laudo de segurança de liberação da Vila Capanema, local onde o jogo aconteceu. Além disso, a torcida do Império, do Coritiba, está impedida de entrar nos estádios no estado do Paraná e irá responder a um inquérito aberto pelo Ministério Público do Paraná.

Foto destaque: Cruzeiro e Coritiba perdem presença da torcida na reta final do campeonato. Reprodução/ Robson Mafra/ Agif/ Gazeta Press

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...