INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Esportes

Situação atual e previsão do aporte de R$ 600 milhões na SAF Galo

Cerca de 50 dias atrás, o Atlético-MG deu um passo importante ao se tornar uma Sociedade Anônima de Futebol (SAF). O Conselho aprovou a venda dos ativos relacionados ao futebol para a empresa, mas a transição ainda requer estruturação e a concretização da operação propriamente dita. A expectativa dos envolvidos é que esse processo seja finalizado entre o final de outubro e o início de novembro.

Durante sua participação no Fórum SAF 2023, realizado na última quinta-feira (31) em Belo Horizonte e organizado pelo advogado Paulo Lasmar, o CEO do Atlético, Bruno Muzzi, abordou o andamento atual do processo no clube mineiro. Ele explicou que o investimento de R$600 milhões será realizado no momento de encerramento da empresa.


Bandeira do Atlético-MG na Arena MRV (Foto: Reprodução/Pedro Souza/CAM)


Gestão pelo Galo Holding

A SAF do Atlético será gerida pela entidade conhecida como Galo Holding, composta por diversos investidores. Os principais acionistas são Rubens e Rafael Menin, que detêm a maioria das ações, seguidos por cerca de 10% de participação de Ricardo Guimarães, mais 10% provenientes de um fundo de investimento estabelecido no Banco Master, e outros 10% pertencentes a um fundo de investimento formado por torcedores do clube. O investimento totaliza R$ 600 milhões, distribuídos de acordo com a participação de cada investidor.

Em troca desse aporte, 75% do Atlético será transferido para a Galo Holding, enquanto a associação ainda manterá 25%. Todos os jogadores e ativos relacionados ao futebol, incluindo a Cidade do Galo e a Arena MRV, passarão a ser integralmente propriedade da SAF. Para Bruno Muzzi, isso marca o início de uma “nova era” para o Atlético.

No período entre a assinatura e o fechamento do processo, há diversos aspectos a serem tratados, incluindo a criação de uma nova estrutura organizacional, orçamentação, políticas de remuneração variável e uma abordagem renovada para o futebol. Esses detalhes estão sendo cuidadosamente discutidos com Sérgio Coelho e Rodrigo Caetano. A gestão seguirá rigorosamente um plano orçamentário disciplinado, reconhecendo a importância de ter uma visão de curto prazo, mas mantendo o foco mais relevante no médio e longo prazo.

Como deve funcionar a SAF do Galo

75,3% da Galo Holding

24,7% da Associação

Valuation de R$ 2,1 milhões

R$ 600 milhões de aporte

R$ 313 milhões de conversão de dívida

100% da dívida (R$ 1,8 bi) transferida para a SAF

Galo Holding:

67,9%: 2 Rs (Rubens e Rafael Menin)

10,2%: Ricardo Guimarães

10,9%: FIP Vorcaro

10.9%: FIGA

 

Foto Desatque: Galo Holding donos da SAF do Galo. Reprodrução/Galo TV

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...