INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Money

123milhas pede recuperação judicial após escândalo de passagens aéreas

123milhas pede recuperação judicial após escândalo de passagens aéreas

A agência de viagens 123 Milhas apresentou um esquema controverso de venda de passagens aéreas com desconto e, por isso, deparou-se com um cenário alarmante. A empresa, localizada em Minas Gerais, foi alvo de 600 interpelações judiciais resultantes de sua prática duvidosa de comercialização. Como resultado, a companhia tomou a decisão de requerer recuperação judicial (RJ)  em busca de um respiro financeiro. As informações foram divulgadas pela Forbes.

Pedido de recuperação judicial

Na mais recente reviravolta, a 123milhas, juntamente com duas empresas associadas, apresentou um pedido de recuperação judicial na 1ª Vara de Direito Empresarial. Buscando alívio, a empresa solicita a suspensão temporária, por um período de 180 dias, das ações judiciais movidas por passageiros prejudicados pela venda irregular de passagens. O argumento central é de que a empresa enfrenta uma crise momentânea e circunstancial, que pode ser resolvida.

A magnitude da situação financeira da 123milhas é claramente exposta pelo valor declarado de sua dívida no pedido de RJ: R$ 2,31 bilhões. No entanto, esse montante está sujeito a ajustes à medida que a Justiça examina e verifica os créditos.


123milhas pede recuperação judicial após escândalo de passagens aéreas

Última divulgação de informações por parte da 123milhas no Twitter (Foto: reprodução/Twitter/@123milhas)


A crise

Os primeiros sinais da crise se manifestaram quando a agência decidiu interromper a emissão de passagens e pacotes da linha PROMO, agendados para voos entre setembro e dezembro. Isso decorreu de fatores econômicos e de mercado que impactaram a demanda e os preços das tarifas. Em resposta, o Ministério do Turismo tomou medidas drásticas, cancelando o registro da empresa no Cadastur, sistema de cadastro essencial para operadores no setor de turismo.

A suspensão do registro trouxe implicações significativas para a 123milhas, impossibilitando-a de acessar empréstimos e financiamentos com vantagens específicas para o setor. Além disso, benefícios fiscais obtidos por meio do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse) foram retirados, agravando ainda mais a situação financeira.

A estratégia da Recuperação Judicial emerge como uma alternativa viável para a 123milhas enfrentar sua crise financeira. Esse processo visa estabelecer um entendimento entre a empresa e seus credores, oferecendo um fôlego necessário para reestruturação e recuperação. Diante das circunstâncias desafiadoras, a agência de viagens busca uma oportunidade para reverter sua trajetória e reestabelecer a confiança de seus clientes e parceiros.

 

Foto destaque: Logo 123Milhas. Foto: Reprodução/Twitter @123milhas

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...