INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

GLO: decreto começa a valer nesta segunda no Rio de Janeiro e São Paulo

Começa a valer nesta segunda-feira (06) o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) assinado pelo presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva. As ações ocorrerão nos portos de Itaguaí (RJ), Rio de Janeiro (RJ) e Santos (SP) e nos aeroportos do Galeão (RJ) e de Guarulhos (SP). A medida visa combater o crime organizado nas regiões.


Cão farejador em ação

Cão farejador participa de ações no primeiro dia de GLO no Rio de Janeiro (Foto: reprodução/TV Globo)


GLO

A Garantia da Lei e da Ordem é um decreto que só pode ser assinado pelo presidente da república, uma vez que consiste no deslocamento de militares das Forças Armadas – Marinha, Exército e Aeronáutica – para suprirem a falta de agentes de segurança pública em determinadas regiões. O presidente Lula fez uso deste decreto após um aumento considerável nas ações do crime organizado nos dois estados e suas subsequentes ações de contrabando, o que exige maior fiscalização das vias de saída e entrada do país.


Militar confere fundo de carro

Militar usa espelho para conferir fundo de carro em primeiro dia de GLO no Rio de Janeiro (Foto: reprodução/TV Globo)


Organização 

O programa será fiscalizado por uma comissão conjunta coordenada pelo Ministro da Justiça, Flávio Dino, e pelo Ministro da Defesa, José Múcio. Tal comissão também deverá apresentar um plano de modernização para a atuação de diversos órgãos de segurança além das Forças Armadas, como a Polícia Penal, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal.
A assinatura do decreto contou com a presença dos ministros supracitados além do Ministro da Casa Civil, Rui Costa, os comandantes das três forças envolvidas e o chefe da PRF. Segundo Dino, 3 mil e 700 militares participarão da ação, distribuídos entre as três forças.

A Marinha, além de manter suas ações de patrulha e monitoramento das fronteiras marítimas, também poderá fazer revistas em embarcações caso haja suspeita de contrabando. Todos os envolvidos terão poder de polícia militar, mas Dino afirma que eles não substituirão as polícias estaduais.
Essas medidas foram tomadas após uma série de eventos que apontaram uma crise da segurança pública nos estados brasileiros, sobretudo as ações de traficantes e milicianos nas últimas três semanas no Rio de Janeiro.
Além disso, haverá fiscalização das fronteiras terrestres nos estados do Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Foto destaque: Militares da Marinha do Brasil saem do Rio de Janeiro em direção ao porto de Santos. (Reprodução/divulgação/Marinha do Brasil)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...