INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Tech

A revolução da Inteligência Artificial: máquinas ganham personalidade

Algo que vem crescendo nos últimos anos é a chamada Inteligência Artificial, e com isso, um grande debate surge nas rodas de conversa de muitas pessoas. A questão é se as IAs, que conhecemos como os chatbots, como o famoso ChatGPT, devem interagir como humanos, tendo uma personalidade, ou serem apenas máquinas.

Diferenças entre os ChatBots

Ao utilizar as IAs, é possível identificar o que as diferencia na forma como cada uma delas responde. Algumas são mais parecidas com robôs, enquanto outras demonstram ter alguma personalidade, como, por exemplo, o ChatGPT e o Google Bard. Enquanto o ChatGPT usa um banco de dados para responder às perguntas de forma mais dinâmica, podendo corrigir textos, jogar ou até mesmo criar poemas, o Bard usa a internet para trazer respostas e não é tão dinâmico quanto o ChatGPT, tornando-se uma Inteligência Artificial mais robotizada.


Inteligência Artificial (Foto: reprodução/Bing/IA image creator)


À medida que os anos passam, é possível ver o quanto as Inteligências Artificiais têm crescido e evoluído, o que tem sido muito fascinante. Há alguns anos, o seu uso era apenas uma ideia futurista, sendo retratada em filmes, séries e até mesmo novelas. No entanto, ao longo dos anos, ela tomou avanços significativos, tornando-se parte fundamental do nosso dia a dia.

Alexa e sua evolução

Em novembro de 2014, a Amazon anunciou a Alexa junto com o aparelho chamado Amazon Echo. Esse pequeno aparelho é um grande exemplo de Inteligência Artificial, que hoje está presente no cotidiano de muitas pessoas. Com ela, é possível controlar uma casa inteira, desde acender a luz ao pôr do sol até controlar a fechadura da porta. E a cada ano, a Alexa vem evoluindo com suas novas versões. O que era apenas uma caixinha, hoje tem uma tela imensa e interativa para jogar, ver vídeos, conversar com algum amigo que está longe ou observar o bebê no quarto.

Até o presente momento, a Alexa, apesar de poder “conversar”, contar piadas, falar sobre o clima e tocar uma música, ainda age como um robô. No entanto, espera-se uma grande atualização em 2024, na qual ela irá mudar o seu modelo de linguagem, sendo impulsionada a falar de forma mais parecida com um humano. Esta atualização estará disponível em praticamente todos os dispositivos Alexa.

 

Foto Destaque: Inteligência Artificial (Reprodução/DNK/Infotelecom)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...