INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Arquitetura

Conheça a história e as curiosidades do Palácio da Alvorada

Conheça a história e as curiosidades do Palácio da Alvorada

A primeira-dama Rosângela da Silva, Janja, abriu o prédio para a imprensa pela primeira vez desde a vitória de Lula e mostrou diversos problemas estruturais deixados no Palácio, desde infiltrações e janelas quebradas até sofás rasgados.

Inaugurada em junho de 1958, dois anos antes da fundação de Brasília, a construção projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer foi o primeiro edifício da cidade a ser inaugurado.

Atribuído a funcionar como residência oficial do presidente da República, enquanto o Palácio do Planalto é a sede do governo, o edifício teve como primeiro ocupante Juscelino Kubitschek, que também foi o responsável por intitular o novo lar. “Que é Brasília, senão a alvorada de um novo dia para o Brasil?”, disse o então presidente da nação, realizador da mudança da capital do Rio de Janeiro para o interior.

Um espelho d’água no entorno do palácio reflete a fachada cheia de linhas curvas que se tornaram uma das principais marcas arquitetônicas de Niemeyer. No local há uma estátua de bronze assinada pelo escultor mineiro Alfredo Ceschiatti, trazendo a representação de duas figuras femininas, As Iaras, porém, é apenas uma das muitas peças valiosas do Alvorada, que guarda itens históricos e obras de arte de nomes estimados do Brasil e até do exterior. Uma dessas raridades é um painel de Di Cavalcanti encomendado pelo próprio Niemeyer e com valor de pelo menos R$ 5 milhões, costumava ficar em uma das paredes da biblioteca, com um acervo que soma mais de três mil livros.


{slide}


A visita a convite de Janja mostrou que o quadro foi trocado de lugar, ficando exposto ao sol, o que desbotou a peça, que agora precisará de uma restauração. Segundo a primeira-dama, a obra deu lugar a equipamentos eletrônicos e a uma televisão de muitas polegadas, que eram utilizados nas lives semanais do ex-presidente Jair Bolsonaro, que fazia as transmissões da biblioteca.

Ao todo, são três pavimentos, que totalizam 7 mil metros quadrados. No subsolo ainda existe um auditório com capacidade para 30 pessoas, que pode operar também como sala de cinema privada, além de uma sala de jogos com mesa de sinuca. Também ficam neste piso espaços burocráticos do palácio, como almoxarifado, despensa, cozinha, lavanderia e a administração do Alvorada.

Além dos jardins, o entorno do prédio conta com uma piscina de medidas olímpicas, com 18×50 metros e até 2,10 metros de profundidade. Ao lado existe uma churrasqueira e um bar. Na área externa existem emas que vivem ao entorno da construção.

Foto destaque: Um dos salões do palácio. Divulgação/Palácio do Alvorada

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...