INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Beleza

Conheça o Deep Neck Lift, técnica que rejuvenesce músculos do pescoço

Conheça o Deep Neck Lift, técnica que rejuvenesce músculos do pescoço

Poucas pessoas sabem, mas o músculo do pescoço, conhecido como platisma, é depressor da face, ou seja, as contrações constantes dele tendem a ‘puxar’ para baixo toda a região do terço inferior.

Além disso, na região não são raras as alterações estéticas como a flacidez e a famosa papada. “Tudo isso prejudica o contorno facial. O pescoço apresenta várias camadas de tecidos que podem sofrer com o processo de envelhecimento. A flacidez no pescoço, portanto, pode ser causada por um excesso de pele, de gordura, de flacidez dos músculos da região ou até pela glândula submandibular localizada abaixo da mandíbula”, destaca o Dr. Paolo Rubez, cirurgião plástico formado pela UNIFESP.

Para resultados duradouros, o médico indica a técnica Deep Neck Lift. 

Benefícios do procedimento

Segundo o especialista, o Deep Neck Lift, além de trazer resultados mais naturais, é uma alternativa duradoura e segura aos procedimentos não invasivos injetáveis. “Deep Neck Lift permite tratar em uma só cirurgia a região do pescoço e a papada. É muito interessante porque pode ser feito em jovens e melhora demais a definição da região”, diz o médico.

O nome da técnica é devido ao fato de tratar também as estruturas mais profundas do pescoço, como os músculos, a gordura acima dos músculos e a glândula submandibular.

O médico destaca que Deep Neck Lift é indicado para qualquer caso em que o paciente precise de um melhor contorno do pescoço, independentemente da idade. A cirurgia é feita em centro cirúrgico a partir de uma incisão em torno de 4 cm abaixo do queixo. 

Cuidados pré-operatórios

Quanto aos cuidados pré-operatórios, eles são os mesmos de qualquer outro procedimento cirúrgico, ou seja, exames pré-operatórios, jejum de 8h na véspera da cirurgia, e o paciente deve estar em boas condições clínicas.

No pós-operatório, é necessário evitar esforços físicos por no mínimo três semanas, além de tomar as medicações prescritas e uso de faixa elástica na região por no mínimo uma semana. Além disto o paciente deve dormir de barriga para cima durante no mínimo duas semanas”, conta o médico.

É comum no pós-operatório que o paciente apresente inchaço e roxo na região do pescoço. Eles são variáveis quanto à intensidade. Não é um procedimento doloroso, e em alguns casos é necessário que o paciente fique com um dreno no local por cerca de 48 horas”, conta o médico.

O cirurgião plástico explica que a área do pescoço deve ser tratada diretamente, de forma independente do restante da face. 

DR. PAOLO RUBEZ: Cirurgião plástico formado pela UNIFESP, é membro da BAPS (Brazilian Association of Plastic Surgeons), da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS).

Foto destaque: região do pescoço. Foto/Reprodução

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...