Esportes

Diretor do Flamengo reclama da arbitragem em jogos do clube

06 Nov 2023 - 10h40 | Atulizado em 06 Nov 2023 - 10h40
Diretor do Flamengo reclama da arbitragem em jogos do clube

O Flamengo venceu o Fortaleza por 2x0 na Arena Castelão, mas, mesmo com a vitória, o diretor executivo do clube, Bruno Spindel, fez um pronunciamento reclamando da arbitragem brasileira. Spindel usou de exemplo lances contra o Santos e o próprio Fortaleza, além de citar Endrick.

O dirigente começou o pronunciamento explicando o porquê da atitude tomada, e disse que foi decidido com a comissão técnica que a direção do clube que irá se posicionar em relação a arbitragem. E disse:

“Vim aqui fazer um pronunciamento sobre arbitragem. Primeiramente deixar claro que a gente alinhou com o treinador que nesses temas sobre arbitragem a direção que vai sempre se colocar.”

Caso Gerson

O primeiro lance abordado pelo diretor foi o chute que Gerson levou no confronto contra o América MG que para o mandatário era passível de um cartão vermelho, contudo o lance não foi revisado pelo VAR e o jogador foi advertido com um cartão amarelo. A comissão de arbitragem analisou que o lance foi leve e por isso não viu a necessidade de revisão. Argumentou Spindel:

“Na 16ª rodada, contra o América-MG, o Gerson, com a bola dominada entrando na grande área leva um chute na cara. Ele teve uma contusão no supercílio, quase abriu. Ficou com um galo e com o rosto inchado, mas a comissão de arbitragem disse que o contato foi leve e de raspão.”


Lance citado por Spindel


Caso Bruno Henrique

A expulsão de Bruno Henrique no confronto contra o Santos também foi tema, após levar uma caneta de Soteldo o atacante fez uma falta e levou um cartão amarelo. Em seguida, Bruno foi reclamar de forma acintosa com o árbitro e foi expulso da partida. Para Spindel, o jogador rubro negro não teria feito a falta, e não deveria levar a primeira advertência, que desencadeou na expulsão do atleta; explicou Spindel:

“Bruno Henrique levou um cartão amarelo por entrada temerária. Entrada temerária pressupõe contato físico, sequer houve contato físico do Bruno. O Bruno foi jogar, foi competir, é um atleta leal. Foi atrás da bola para competir, levou um amarelo e foi impedido de jogar.”


Assista ao lance citado por Spindel no minuto 3:00 (Vídeo: reprodução/YouTube/GE)


Caso Endrick

O diretor também citou o lance em que Endrick acertou uma cotovelada em Esquivel no último sábado (4) e não recebeu nenhum cartão. Essa decisão irritou Spindel, que disse que cada detalhe pode ser decisivo na briga por uma vaga na Libertadores e disse:

“Ontem à noite, você tem uma cotovelada com o braço acima do ombro. O VAR sequer chamou, podia decidir o jogo num campeonato que está sendo decidido nos mínimos detalhes por vagas de Libertadores.”

E ainda sobrou para a arbitragem do confronto contra o Fortaleza. O diretor reclama de um pênalti não marcado em Pedro e lamenta as ausências de Gerson e Bruno Henrique:

“A gente ficou sem Gerson hoje, sem o Bruno por duas rodadas por erros de arbitragem. E hoje teve um pênalti em uma bola chutada pelo Pedro, mas parece que o VAR não estava funcionando na hora do chute do Pedro.”


Assista à interpretação de Salvio Spíndola do lance. (Vídeo: reprodução/YouTube/EsportenaBand)


Contudo os erros de arbitragem não são exclusividade de jogos do Flamengo. Outros técnicos e mandatários já reclamaram daqueles que deveriam mediar as partidas. Recentemente, John Textor, dono da SAF do Botafogo, fez duras críticas à CBF e pediu a renúncia de Ednaldo Rodrigues do cargo de presidente da CBF após erros no confronto contra o Palmeiras.

Spindel foi preciso ao dizer que muitas dessas polêmicas são causadas pela falta de critério da arbitragem brasileira, e por não serem uma classe profissionalizada, as diferentes decisões em lances parecidos continuarão a irritar dirigentes, jogadores e técnicos do futebol brasileiro.

O próximo confronto do Flamengo será contra o Palmeiras na quarta-feira (8) no Maracanã às 21h30. Apesar da grande diferença para o Botafogo, o rubro negro ainda vive o sonho de ser campeão nesta temporada.

Foto destaque: Bruno Spindel com Marcos Braz na final da Libetadores de 2019 (Reprodução/Instagram/@brunospindeloficial)

Mais Lidas