Notícias

Incêndio ameaça maior reserva de Caatinga do mundo

21 Out 2023 - 15h00 | Atulizado em 21 Out 2023 - 15h00
Incêndio ameaça maior reserva de Caatinga do mundo

Um incêndio de grandes proporções está ameaçando a integridade do bioma na maior reserva de Caatinga do mundo, localizado no Parque Nacional da Serra das Confusões, no sul do Piaui. A região vem sofrendo com incêndios há dias, e o tempo seco atrelado ao aumento do calor preocupa os bombeiros, que temem que as chamas cheguem ao parque.

O Corpo de Bombeiros Militar do Piauí (CBM-PI) está atualmente agindo no município de Caracol, o mais próximo do parque, para auxiliar no combate às chamas. Neste sábado (21) o CBM informou que enviou mais equipes, dessa vez na região de Tacho, em Cristino Castro, que abrange o outro lado do parque. A cidade de Caracol tem servido como base para as operações, já que conta com uma pista de pouso e um açude liberado para que haja o abastecimento e o transporte de água pelas aeronaves até a região onde as chamas se encontram.

 

Combate às chamas

O Corpo de Bombeiros Militar do Piauí informou em nota, que a linha de fogo já alcança entre 6 e 7 km e que uma aeronave da Polícia Militar do Estado irá se deslocar hoje (21) a tarde para auxiliar no transporte de brigadistas.

Segundo a Polícia Militar, a distância atual entre o incêndio e o parque é aproximadamente de 10 km, e a maior preocupação tanto dos policiais quanto dos bombeiros é a velocidade que o fogo está se espalhando.

 

O parque

O Parque Nacional da Serra das Confusões foi criado em 1998, e é o maior parque do Piauí e da região nordeste do Brasil, abrangendo mais de 12 municípios piauienses e contando com mais de 823 mil hectares, dos quais apenas 3% foram explorados. Atualmente, é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio)


Parque Nacional da Serra das Confusões. (Foto: reprodução/Instagram/@serra_das_confusoes)


O acesso ao parque se dá pela cidade de Caracol, a 600 km de Teresina. As visitas ao parque são gratuitas, mas só podem ser feitas com ajuda de um guia.

 

Foto Destaque: Bombeiros atuam no combate aos incêndios. Reprodução/Divulgação/CBM