Notícias

Menino morre esquecido em van escolar no dia quente em São Paulo

15 Nov 2023 - 10h53 | Atulizado em 15 Nov 2023 - 10h53
Menino morre esquecido em van escolar no dia quente em São Paulo

Apollo Gabriel Rodrigues, de 2 anos, morreu nesta terça-feira (14) ao ser esquecido dentro de van escolar. Segundo médicos do Hospital Municipal Vereador José Storopolli, no Parque Novo Mundo, a causa de sua morte foi a grande onda de calor pela qual o estado de São Paulo passa. Quando soube do ocorrido, Luzinete Rodrigues dos Santos, avó do menino, caiu em lágrimas. Depois que conseguiu se acalmar, foi entrevistada pelo G1 da Rede Globo, e disse que seu neto teria que ter entrado na escola às 7 horas da manhã, contudo teve a notícia de que ele tinha dado entrada ao hospital por volta das 16 horas e 30 minutos, já sem vida. 


Apollo Gabriel, menino que morreu esquecido na van (Vídeo: reprodução/Instagram/@apollogabriel01)


No boletim de ocorrência

Segundo o boletim de ocorrência, o motorista teria deixado todas as outras crianças em suas escolas, inclusive até outros alunos na mesma escola onde Apollo Gabriel estudava. Em seguida, deixou a van em um estacionamento. O motorista e sua auxiliar foram presos e acusados de homicídio. Segundo a avó e a mãe do menino, elas disseram que “Ele estava nervoso e chorando muito, não queria ir para a escola, porém como nós duas iríamos trabalhar, não podíamos deixar ele sozinho em casa. Até parecia que ele sabia o que ia acontecer”.

Houve pronunciamento do (CGE), Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas de São Paulo. Segundo eles, durante a tarde a temperatura foi uma das mais fortes da história do estado: exatos 37°C e apenas 21% de umidade relativa.

Prefeitura da cidade lamenta 

A Prefeitura de São Paulo, por meio de nota, lamentou o caso e disse que presta apoio aos familiares. "A Diretoria Regional de Educação (DRE) acompanha o caso e o Núcleo de Apoio e Acompanhamento para a Aprendizagem (NAAPA), composto por psicólogos e psicopedagogos, foi acionado para atender a família. Um Boletim de Ocorrência foi registrado e a Diretoria Regional de Educação (DRE) está à disposição das autoridades competentes para auxiliar na investigação. O condutor do Transporte Escolar Gratuito (TEG) já foi descredenciado e um processo administrativo foi aberto para apurar a conduta do profissional."

Apollo Gabriel será enterrado nesta quarta-feira (15), no cemitério Parque dos Pinheiros. Segundo a família, ele tinha duas irmãs mais velhas, uma com 8 anos e a irmã do meio, com 6 anos. Em sua defesa, o motorista e a auxiliar disseram que não viram o menino por causa de enxaqueca e mal-estar .

Foto destaque: aniversário de um ano do Apollo Gabriel (Reprodução/Instagram/@apollogabriel01)

Mais Lidas