Notícias

Mingau, baixista do Ultraje a Rigor, segue em estado grave

04 Set 2023 - 15h16 | Atulizado em 04 Set 2023 - 15h16
Mingau, baixista do Ultraje a Rigor, segue em estado grave

Neste sábado (02, Rinaldo Oliveira Amaral, baixista da banda Ultraje a Rigor e popularmente chamado de “Mingau”, foi baleado na cabeça de forma inesperada enquanto estava em Paraty, no Rio de Janeiro. Ele foi encaminhado para o Hospital Municipal Hugo Miranda, em São Paulo, e mesmo após passar por uma cirurgia de emergência, segue instável e em estado grave na UTI.

O ocorrido

No depoimento que deu para a polícia civil, o amigo do baixista que o acompanhava no momento do ocorrido, contou que os dois estavam indo comer um lanche na rua quando o carro em que se locomoviam foi alvejado por vários disparos. A testemunha ainda relatou que se abaixou para não ser atingido, e logo Mingau caiu do seu lado. O carro perdeu o controle e atingiu uma casa.

Após os tiros terem parado, o amigo de Rinaldo teve a sorte de sair ileso do susto, mas disse que quando foi checar a situação do artista, percebeu o quanto sua cabeça havia sido atingida múltiplas vezes. Quando a polícia chegou, os atiradores não estavam mais no local.


Depoimente de amigo de Mingau para a polícia civil (Foto: Reprodução/G1)


A transferência

Em um primeiro momento, Rinaldo foi levado para um hospital no próprio estado em que estava, o Rio de Janeiro, mas o estabelecimento não possuía os recursos necessários para realizar os tratamentos de que ele precisava, e não havia nenhum neurocirurgião disponível para atendê-lo.

Em decorrência disso, Mingau foi transferido em um helicóptero para São Paulo. Ele já passou pela cirurgia necessária, mas ainda assim segue em estado grave.

No depoimento para a polícia federal, no entanto, o amigo do baixista afirmou que eles na verdade estavam indo comprar drogas. Segundo o dito por muitos, a região em que os dois estavam é muito perigosa e dominada pelo comando vermelho.

A polícia já conseguiu prender um homem suspeito pelo crime. Junto a ele, uma pistola do mesmo calibre que a arma usada nos disparos, drogas, carregadores e um kit rajada também foram apreendidos.

 

Foto destaque: Mingau. Reprodução/Estadão