Cinema/TV

Ben Affleck e George Clooney fazem proposta ao Sindicato de Atores

20 Out 2023 - 11h53 | Atulizado em 20 Out 2023 - 11h53
Ben Affleck e George Clooney fazem proposta ao Sindicato de Atores

O grupo que pressionou os líderes do SAG-AFTRA (Sindicato de Atores dos EUA) pelo fim da greve, liderado por atores veteranos de Hollywood, entre eles, George Clooney, Emma Stone, Ben Affleck, Tyler Perry e Scarlet Johansson, está com uma nova proposta para aumentar a taxação de seus próprios rendimentos, removendo o limite de US$ 1 milhão do imposto inicial, com a proposta de um rendimento de até US$ 150 milhões em três anos.

Sendo assim, a receita anual da organização aumentaria consideravelmente, possibilitando o atendimento das exigências da categoria, como o pagamento de residuais para atores com menor salário.


Exigências do sindicato

Segundo a Variety, o sindicato de atores dos EUA pede uma liberação de US$ 500 milhões ao ano para pagamentos que os atores e outros profissionais têm por direito quando os trabalhos em que participam são exibidos no streaming, mas os estúdios pretendiam liberar apenas US$ 20 milhões.

 

O acordo

Ao que tudo indica, os dois lados do acordo estão proximos à um meio-termo relacionado à outras questões, como o uso da inteligência artificial (IA) nas produções cinematográficas e o aumento no piso salarial dos atores.

Outro tema discutido na greve dos roteiristas de Hollywood foi o pagamento de residuais que foi concluída oficialmente no início deste mês. Todavia, o sindicato de roteiristas (WGA) se contentou com um pagamento menor, US$ 5 milhões por ano, da parte dos estúdios.


Integrantes do Sindicato dos Atores fazem protesto em apoio à greve dos roteiristas. (Foto: Divulgação/Instagram/@sagaftra)


A paralisação de atores e roteiristas

Atores e roteiristas de Hollywood, representados pelo Sindicato de Atores (SAG-AFTRA) e pelo Sindicato de Roteiristas (WGA), anunciaram a greve em 2 de maio. A paralisação dos atores aconteceu em 13 de julho após as duas organizações não conseguirem chegar a um acordo com a Alliance of Motion Picture and Television Producers (AMPTP), associação que representa empresas produtoras de filmes e séries, dentre elas a Disney, Sony Pictures e a Warner.

As negociações não foram bem sucedidas devido aos atores e roteiristas procurarem uma atualização de seus contratos em uma era totalmente nova na indústria, sobretudo, pelo motivo do dominio das plataformas de streaming e o uso da inteligência artificial (IA).

 

Foto destaque: Ator Ben Affleck. Divulgação.