Cinema/TV

Longa-metragem "Marte Um" é premiado com oito troféus

24 Ago 2023 - 14h24 | Atulizado em 24 Ago 2023 - 14h24
Longa-metragem

Marte Um” vence o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2023 em sua 22ª edição, saindo com o saldo de oito estatuetas “Grande Otelo”. O evento foi realizado na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira (23).

A cerimônia contemplou o filme tendo dentre as premiações: o melhor longa-metragem de ficção, melhor direção (Gabriel Martins), melhor ator (Carlos Francisco) e melhor ator coadjuvante (Cícero Lucas).

 

Um destaque de representação

É costume do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (GPCP) contemplar o filme escolhido para representar o Brasil no Oscar, por isso a premiação não surpreendeu.


Trailer "Marte Um"(Vídeo: reprodução/@fasdecinemabr)


A comissão da Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais(ABCAA) escolheu “Marte Um” para concorrer a uma vaga na cerimônia da Academia dos Estados Unidos, mas não passou na seletiva entre os concorrentes.

 

A história do longa-metragem

O longa-metragem “Marte Um” produzido pela “Filmes de Plástico”, localizada em Contagem (Minas Gerais), traz a história do menino Devinho, que sonha ser astronauta, e mais que isso, um astrofísico. Nagevando pela internet, Devinho conhece um especialista da área nos canal do “Youtube” e encontra a informação que o profissional está para vir ao Brasil, onde dará uma palestra em São Paulo. O menino fica animado e tentado ir até o evento, mas a família não pode arcar com a despesa da viagem. Nessa família humilde cada um tem um sonho e ideias diferentes querendo seguir suas vidas por caminhos diversos. Apesar de toda complexidade, tendo um ao outro, é que sentem de fato em casa.


Ator Carlos Francisco no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (Foto: reprodução/Instagram/@academia_brasileira_de_cinema)


É um motivo de orgulho imensurável ver o que o Marte Um tem se tornado com o público", disse o diretor Gabriel Martins em entrevista à Colab. 

Confira a lista completa de vencedores GPCP:

Melhor longa-metragem de ficção: Marte Um

Melhor filme pelo júri popular: Bem-Vinda a Quixeramobim

Melhor direção: Gabriel Martins, por Marte Um

Melhor primeira direção de longa-metragem: Carolina Markowicz, por Carvão

Melhor atriz: Dira Paes, por Pureza

Melhor ator: Carlos Francisco, por Marte Um

Melhor atriz coadjuvante: Adriana Esteves, por Medida Provisória

Melhor ator coadjuvante: Cícero Lucas, por Marte Um

Melhor filme internacional: Elvis (EUA)

Melhor filme íbero-americano: Argentina, 1985 (Argentina)

Melhor longa-metragem documentário: Kobra Auto Retrato

Melhor longa-metragem animação: Tarsilinha

Melhor longa-metragem infantil: Pluft, o Fantasminha

Melhor roteiro original: Gabriel Martins, por Marte Um

Melhor roteiro adaptado: Angelo Deganti, por O Clube dos Anjos

Melhor curta-metragem animação: A Menina Atrás do Espelho

Melhor curta-metragem de ficção: Big Bang

Melhor curta-metragem documentário: Território Pequi

Melhor montagem: Thiago Ricarte e Gabriel Martins, por Marte Um

Melhor direção de fotografia: Leonardo Feliciano, por Marte Um

Melhor efeito visual: Pluft, o Fantasminha

Melhor som: Marte Um

Melhor direção de arte: Adrian Cooper, por A Viagem de Pedro

Melhor maquiagem: A Viagem de Pedro

Melhor figurino: Marjorie Gueller, Joana Porto e Patrícia Doria, por A Viagem de Pedro

Melhor trilha sonora: Pedro Guedes, Fabiano Krieger e Lucas Marcier, por Eduardo e Mônica

Melhor série brasileira documentário: Pacto Brutal - O Assassinato de Daniella Perez

Melhor série brasileira animação: Vamos Brincar com a Turma da Mônica

Melhor série brasileira ficção: Manhãs de Setembro

 

Foto destaque: Cartaz Divulgação "Marte Um". Reprodução/Instagram/@gabitomartins