INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Celebridades

Imprensa internacional repercute morte de Gal Costa: “Icônica”

A morte repentina de uma das maiores vozes da música popular brasileira causou uma enorme comoção e repercutiu na imprensa internacional. Gal Costa morreu nesta última quarta-feira (9), e a causa da morte ainda é desconhecida. 

Portais de grandes países, como os Estados Unidos, Portugal, França, Itália, Espanha, Argentina, entre outros, noticiaram o falecimento da artista. Em outubro, Gal Costa, cancelou seu show no festival ‘Primavera Sound’, em São Paulo, e suspendeu toda sua agenda de novembro, para cuidar de sua saúde após passar por uma cirurgia para retirar um nódulo na fossa nasal direita.

Inglaterra


Manchete do jornal The Guardian. (Foto: Reprodução/ The Guardian)


O The Guardian, um popular jornal da Inglaterra, lembrou a importância da artista na história da música popular brasileira (MPB). “Costa foi uma musa da crescente cena da música popular brasileira no final dos anos 60, e cantou com alguns dos maiores nomes da música brasileira, incluindo Tom Jobim, Chico Buarque, Milton Nascimento e seu amigo Caetano Veloso.”

Espanha


Manchete do jornal El Pais. (Foto: Reprodução/ El Pais)


Já o veículo espanhol El Pais, descreveu que Gal será sempre lembrada por sua capacidade de se renovar. “Gal Costa era, como se diz no Brasil, uma artista muito alerta, atenta ao que acontecia ao seu redor, Longe de ficar estagnada em seus anos gloriosos, sempre esteve muito próxima do que as novas gerações estavam fazendo”, afirma em publicação e completa dizendo que Gal tocou tanto em teatros para pessoas mais velhas, quanto em festivais hipsters onde os jovens a reverenciavam.

Estados Unidos



Manchete do website Pitchforkmedia . (Foto: Reprodução/ Pitchforkmedia )


Pitchforkmedia, o website dos Estados Unidos afirmou que Gal Costa é uma das principais figuras da Tropicália. “Conheceu Caetano Veloso e Gilberto Gil e outras estrelas da Tropicália, durante sua juventude. Lançou Domingo, um disco colaborativo com Caetano Veloso, e Gal ainda iria tocar com os artistas no disco Tropicália ou Panis et Circensis, um ‘quem-é-quem’ da Tropicália que inclui outras figuras importantes como Tom Zé e Os Mutantes”.

Nascida em Salvador em 26 de setembro de 1945, Gal Costa teve sua estreia no MPB ao lado de renomados cantores: Caetano Veloso, Tom Zé, Gilberto Gil e Maria Bethânia, no espetáculo ‘Nós, Por exemplo’, em 1964. Logo em seguida, a cantora se mudou para o Rio de Janeiro com o objetivo de investir na carreira, e deu certo. Em 2011, Gal venceu o Grammy Latino por Excelência Musical na categoria “conjunto da obra”, e ao todo, a artista produziu 31 álbuns desde 1967.

Foto Destaque: Gal Costa. Reprodução/ VEJA

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 5 =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...