INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Celebridades

Missa de Sétimo Dia de Pedro Paulo Rangel será no Rio

Nessa quinta-feira (29), acontecerá a Missa de Sétimo Dia do ator Pedro Paulo Rangel, que morreu na madrugada do último dia 21. A causa da morte foi insuficiência pulmonar. A missa será realizada as 18h, na Paróquia Nossa Senhora de Copacabana e Santa Rosa de Lima, na Rua Hilário de Gouveia 36, em Copacabana, na Zona Sul da cidade.

A cerimônia foi marcada por amigos do ator, que morreu com 74 anos e foi diagnosticado com doença pulmonar obstrutiva crônica há duas décadas. Pedro estava internado no Hospital Casa de Saúde São José desde o início do mês de novembro, porém não resistiu as complicações de um enfisema pulmonar.


Pedro Paulo Rangel e Fábio Jr, em “Pedra sobre Pedra”. Foto: Acervo Grupo Globo


Carreira

Pedro teve seu primeiro contato com o teatro aos 11 anos, fascinado com esse mundo, ele decidiu que seria ator. Foi nessa época que escreveu uma peça para que pudesse atuar: “Quando os Pais Entram de Férias”.

Anos depois, no grupo de teatro da Igreja de Santa Terezinha, Pedro conheceu o ator Marco Nanini, com quem estudaria no Conservatório Nacional de Teatro, atual Escola de Teatro da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio).

Seu primeiro contato com o teatro profissional foi no ano de 1968, na peça “Roda Viva”, de Chico Buarque, sob direção de José Celso Martinez Corrêa.

O ator estreou na TV Globo em 1972, na novela “Bicho do Mato”. Seu primeiro personagem de sucesso foi Juca Viana, em “Gabriela”. Na novela, Pedro protagonizou o primeiro nu masculino da televisão, em uma cena que mostrava o casal Juca e Chiquinha (Cidinha Milan) sendo atirado na rua, depois de verem ele na cama.

Depois de várias peças de teatro e alguns filmes na década de 70, na década de 80, Pedro Paulo voltou a trabalhar na TV Globo. A convite de Jô Soares, o ator participou de seu programa humorístico “Viva o Gordo” (1982). O resultado agradou e ele foi convidado para fazer parte do elenco da segunda temporada de “TV Pirata” (1988).

No ano de 1992, outro papel marcou a carreira de Pedro Paulo, o homossexual Adamastor, de “Pedra sobre Pedra”. Logo depois, ele fez as novelas “O Mapa da Mina” (1993) e “A Indomada” (1997).

Pedro Paulo ficou conhecido por trabalhos como “Vale Tudo” (1988), “Pedra Sobre Pedra” (1992), “O Mapa da Mina” (1993), “A Indomada” (1997), “Torre de Babel” (1998), “Pecado Capital (1998), “A Muralha” (2000), “Sabor da Paixão” (2002), “O Cravo e a Rosa” (2000), “Belíssima” (2005), entre outras.

 

Foto destaque: Pedro Paulo Rangel na novela “Pedra sobre Pedra”. Reprodução/Acervo Globo

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...