INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Cinema/TV

Equipe de Tudo em Todo Lugar fala sobre a mensagem que o filme deixa para o futuro

O filme Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo se saiu como o grande vencedor da noite do Oscar 2023. Das 11 indicações venceu em 7 categorias, dentre elas o de melhor filme e Michelle Yeoh levou como melhor atriz. Gostando ou não a produção é um sucesso e já arrecadou mais de 100 milhões de dólares em bilheteria. Mas o que será que uma obra como esta deixa de legado para o futuro?

Em uma coletiva de imprensa acompanhada pelo site Omelete, Jamie Lee Curtis diz que “o legado é o amor”: “Reconciliação, família, fracasso, triunfo… As partes cotidianas da vida, com as quais todos nós lidamos. Não há ninguém no mundo que não esteja lidando com essas coisas”. A artista levou como melhor atriz coadjuvante por interpretar uma auditora fiscal, no longa.

O diretor Daniel Scheinert diz que o filme fala sobre gentileza e brinca com o fato: “Agora que fiz um filme sobre gentileza, preciso ser gentil com as pessoas pelo resto da vida, né? Se não, vou parecer um hipócrita, e decepcionar todos os fãs. É algo bom, porque me obriga a ser mais legal”.

Já Daniel Kwan acredita que fazer um filme pensando em um legado não fará dele uma bom filme: “Honestamente, Tudo em Todo o Lugar não foi feito para ser atemporal. Ele é uma liberação de energia rápida, uma resposta imediata para o momento que vivemos agora. Então o que espero é que o mundo mude nos próximos 20, 50, ou 100 anos, e que o nosso filme deixe de ser tão relevante por causa disso. Espero que ele se torne datado”.


Daniel Scheinert e Daniel Kwan (Foto: Mike Coppola/Getty Images)


 Daniel Scheinert finaliza indo na direção do que o parceiro falou: “Sim, espero que em 5 ou 10 anos nós tenhamos consertado todos os algoritmos ruins de redes sociais, que todo mundo pare de se odiar e se ofender, e que sejamos todos um pouquinho mais mentalmente saudáveis. Daí Tudo em Todo o Lugar vai se tornar um filme de época, sobre como era assustador e estranho no passado”. 

Os diretores Daniel Kwan e Daniel Scheinert levaram o prêmio de melhor direção pelo longa. Os dois estudaram cinema juntos e trabalharam pela primeira vez em parceria no longa de comédia romântica Um Cadáver para Sobreviver, lançado em 2016.

Foto destaque: Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo. Divulgação/A24

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × dois =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...