INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Cinema/TV

James Mangold reconhece a reprovação do desfecho de Indiana Jones

James Mangold reconhece a reprovação do desfecho de Indiana Jones

Apesar de exibir a última aparição de Harrison Ford como o personagem criado por George Lucas e Steven Spielberg, o “Indiana Jones e a Relíquia do Destino” obteve lucros abaixo do ansiado ante a longevidade da franquia ao auferir maus resultados entre espectadores e especialistas, cuja repercussão registrou uma arrecadação total de US$ 383,9 milhões nos cinemas e 65% de aprovação no Rotten Tomatoes.

Com um orçamento equivalente aos rendimentos obtidos perante o público, o lançamento da produção, provocou prejuízos à Disney, precisando de, pelo menos, mais US$ 500 milhões para pagar-se.

Segundo o diretor, a missão de sustentar uma sequência destaca as suas dificuldades dentre os profissionais de pensamento crítico que, na posição de repórteres, devem manifestar pareceres referentes às respectivas editorias.

“Para os pensadores críticos, é difícil negligenciar o que tenho certeza que seus editores querem e sempre pensei que, se eu fosse o segundo ou o terceiro melhor dos grandes filmes de todos os tempos, ficaria bem. Digo, tudo evapora, uma hora ou outra”, desabafou em entrevista ao portal Variety.


James Mangold reconhece a reprovação do desfecho de Indiana Jones

Harrison Ford e Phoebe Waller-Bridge em “Indiana Jones e a Relíquia do Destino” (Foto: reprodução/Omelete)


Protagonismo da inteligência artificial

Em aproximadamente meia-hora da obra, a aparência do protagonista é representada por uma reprodução mais jovem, mediante o uso da tecnologia de troca de face, possibilitada pela Industrial Light and Magic (ILM), sendo veterana na criação dos dinossauros de Jurassic Park e das naves para Star Wars.

Durante a greve do Sindicato dos Atores de Hollywood (SAG-AFTRA), o ator ressaltou que a interferência do método na cinematografia depende de sua utilização, porém, quando o efeito mostra-se benéfico, torna-se aceitável.

“Acho que não é uma questão de tecnologia, e sim como você a usa. Quando é útil, fico feliz por tê-la no filme, quando não é, fico desapontado por termos escolhido esse caminho”, disse.

Disponibilidade no Disney+

Dublado e legendado em português com resolução na qualidade 4K, o último capítulo da aventura do arqueólogo tem previsão para chegar ao serviço de streaming no próximo 1° de dezembro.

 

 

Foto Destaque: Harrison Ford em “Indiana Jones e a Relíquia do Destino” (Reprodução/Variety)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...