INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Cinema/TV

Obras clássicas de Ziraldo que se tornaram produções de cinema e televisão

Devido ao falecimento de Ziraldo neste sábado aos 91 anos, são relembradas algumas de suas obras que se tornaram produções audiovisuais.

Ziraldo
Foto destaque: Ziraldo em evento (reprodução/Getty Images Embed)

Nesta tarde de sábado (06), o desenhista, escritor, pintor e jornalista Ziraldo Alves Pinto, conhecido popularmente apenas como Ziraldo, faleceu aos 91 anos de idade. Com isso, algumas de suas obras mais famosas, que foram inclusive adaptadas para as telinhas e telonas, são relembradas em gesto de homenagem e reconhecimento por sua influência no meio artístico.

Marcou gerações

Ziraldo foi responsável por criar diversas produções no meio da literatura infantil, sendo muitas dessas capazes de flutuar entre as épocas tornando-se clássicos e sendo reconhecidas por diversos públicos e de idades variadas. No meio de diversas obras como livros e quadrinhos, algumas das mais famosas são: “O Menino Maluquinho”, “Uma Professora Muito Maluquinha” e “O Menino Marrom”.

Com suas histórias, Ziraldo é tido como alguém que de fato mudou a vida de muitas pessoas através de seu trabalho, fazendo com que tivesse alguns de seus trabalhos adaptados para o mundo das produções audiovisuais. Foi o caso por exemplo de “O Menino Maluquinho”, lançado em 1980 e responsável por vender mais de quatro milhões de exemplares, tornando-se assim uma das maiores produções da literatura infantil.


Inflado gigante do personagem Menino Maluquinho (foto: reprodução/Getty Images Embed)


A história do garoto que possui uma imaginação aflorada e com isso cria diversas aventuras em seu cotidiano ao utilizar uma panela na cabeça, uma capa e uma espada de madeira, marcou a vida de diversas pessoas. Com isso, ganhou adaptações para a televisão, cinema e ainda peças de teatro. Seu primeiro filme foi lançado em 1995 tendo Samuel Costa como protagonista, sendo que por conta de seu sucesso, ganhou também uma continuação em 1997, além de possuir ainda uma outra adaptação que transformou a obra de Ziraldo numa série de televisão, em 2005.

Outra história criada por Ziraldo que também ganhou vida nas telas foi “Uma Professora Muito Maluquinha”, que falava sobre os métodos de ensino um tanto quanto diferenciados por parte de uma educadora. A história foi publicada em 1995 e no ano seguinte já foi adaptada para um filme, estrelado por Letícia Sabatella. Já em 2010, a responsável por dar vida à protagonista numa nova versão do filme foi Paolla Oliveira.


Exibição sobre Ziraldo no Centro Cultural Banco do Brasil (foto: reprodução/Getty Images Embed)


Falecimento de Ziraldo

Ziraldo faleceu neste sábado de forma tranquila enquanto descansava em sua casa, localizada no bairro da Lagoa, Rio de Janeiro. Sua filha Daniela Thomas de 64 anos, confirmou ao Splash, do UOL, que a razão da morte de seu pai foi falência múltipla dos órgãos. Além de cartunista, desenhista, escritor, pintor e jornalista, Ziraldo também atuou como profissional nas áreas da poesia, cronismo, humorismo, dramaturgia, como apresentador, cartazista e caricaturista.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...