INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

É lançado primeiro teaser da série

Cinema/TV

Série de “Cidade de Deus” recebe primeiro teaser

A série da MAX se passará duas décadas após os eventos do filme

A partir de agosto, estará disponível no serviço de streaming MAX (ex-HBO), a série Cidade de Deus: A Luta Não Para.

Produzida pela O2 Filmes, a série é uma continuação direta do filme Cidade de Deus, e irá se passar no início dos anos 2000, dispondo de trechos do filme no formato de flashback, a fim de restituir as lembranças e nostalgia dos personagens.

O objetivo é mostrar a vida dos personagens durante os anos, tendo como foco o trabalho de fotógrafo realizado por Buscapé, interpretado por Alexandre Rodrigues.

Nomes já conhecidos da trama retornam, como o mencionado Alexandre, Edson Oliveira, Kiko Marques, Thiago Martins, Roberta Rodrigues e Sabrina Rosa.

Além do elenco já afamado, nomes recentes juntam-se à história, como Andréia Horta, Eli Ferreira, Leandro Daniel, Luiz Bertazzo, Otávio Linhares e Rafael Lozano.


Alexandre Rodrigues no papel do fotográfo Buscapé, na série
Alexandre Rodrigues no papel do fotográfo Buscapé, na série “Cidade de Deus: A Luta Não Para (Foto: Reprodução/X/@StreamMaxBR)

Os talentos responsáveis pela criação da série

Os roteiristas da série são Sérgio Machado, Armando Praça, Renata Di Carmo, Estevão Ribeiro e Rodrigo Felha.

A produção da série conta com o trabalho dos célebres Andrea Barata Ribeiro e Fernando Meirelles, os quais também trabalharam em Cidade de Deus, na produção e na direção, respectivamente.

Andrea fora eleita pela Variety Magazine como uma das cinco mulheres mais influentes do entretenimento, tendo produzido Não Por Acaso, Cidade dos Homens, além de Marighella, o filme brasileiro mais assistido nos cinemas em 2021.

Fora a direção do filme de 2022, Fernando é conhecido por seu trabalho no filme Dois Papas, e na série da TV Cultura Rá-Tim-Bum, clássico dos anos 90.
A produção da série é responsabilidade de Aly Muritiba, que tem passagens por Sundance (Ferrugem) e Cannes – Semana da Crítica (Pátio), além de ter dirigido séries como Irmandade e Carcereiros.

A obra Cidade de Deus

O filme de 2002 fora baseado no romance homônimo de Paulo Lins, trazendo um retrato realista do cotidiano da população periférica da cidade do Rio de Janeiro, com enfoque em temas como tráfico de drogas, pobreza extrema e violência (de todos os modos).

Os célebres personagens Bené (Phellipe Haagensen), Buscapé (Alexandre Rodrigues), Mané Galinha (Seu Jorge) e Zé Pequeno (Leandro Firmino da Hora) foram, inclusive, baseado em pessoas reais.

O longa-metragem recebeu quatro indicações no Oscar de 2004, nas categorias de Melhor Diretor, Melhor Edição, Melhor Fotografia e Melhor Roteiro Adaptado.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...