Saúde e Bem Estar

Cuidado com os cistos e saiba seus tratamentos

29 Jun 2022 - 19h29 | Atulizado em 29 Jun 2022 - 19h29
Cuidado com os cistos e saiba seus tratamentos

Os cistos são cápsulas que podem aparecer em órgãos ou tecidos no corpo humano e podem ser tanto benignos quanto malignos. Os benignos não apresentam nenhum sintoma e são achados facilmente, já os malignos podem apresentar um sintoma, mas na maioria das vezes não demanda um tratamento muito forte.

Dentro do cisto, podem ter líquidos, tipo: muco, sangue, queratina e até pus, se ele estiver infectado. Porém no caso dos cistos complexos, pode ter dentro dele alguma substância sólida ou semi sólida, e aí sim, é necessário um acompanhamento médico para ser feito um tratamento. Os profissionais avaliam tudo, desde a localização, o tipo, o conteúdo interno, tamanho, para que seja feito o diagnóstico e tratamento correto.

Os mais comuns são aqueles que aparecem no ovário e eles têm dois tipos; um é o cisto ovariano funcional, que é inofensivo, rápido e aparece muito no ciclo menstrual da mulher. O outro é o Não funcional, que não está ligado com o momento de menstruação e sim com um crescimento diferente nas células. Outros cistos comuns são: o mamário, o epidérmico, na Tireoide e o Renal.


Foto: Representação de um ovário com cisto/Reprodução: Clínica de Imagens Médicas


O cisto no mamário aparece quando um “tubo” nas mamas fica obstruído, aí começa ser produzido um líquido, que dilata e acaba criando uma bolha. Tem um crescimento lento e acomete mais as mulheres no período fértil. Para eliminá-lo, o médico com uma seringa e aspira todo o líquido, murchando a bolha. Já o epidérmico, são as bolhas que aparecem na pele. É causado por cutucar a pele, uma espinha mal cuidada entre outros motivos. Ele demora para crescer e não tem sintomas.

O cisto que aparece na região da Tireoide, são pequenas bolhas com algum líquido, tipo um gel amarelo e surgem dentro da glândula da Tireoide. Normalmente não tem um sintoma e sua causa pode ser por um fator genético. A única forma de tratá-lo é com uma cirurgia que removerá a bolha. Já o renal, são benignos e não tem sintomas. Ele pode trazer dor no local e febre se caso infeccionar. Alguma doença genética e idade avançada podem causar esse tipo de cisto.

Os tratamentos mais indicados são: caso o paciente esteja desconfortável seja pelo tamanho ou estética, a remoção pode ser feita por uma cirurgia, muitas vezes feita com um laser no local do incômodo. Se o cisto está infeccionado, ou não é a primeira vez que ele surge no mesmo local, a primeira parte do tratamento é feita com antibióticos e drenagem do pus. Caso continue a sensação de dor, a cirurgia pode ser indicada. Lembrando que todo o diagnóstico deve ser feito por um médico. Vale ressaltar que alguns sinais indicam atenção como: formato irregular, tamanho e dor; caso haja algum sintoma desses é recomendada uma visita ao médico.

Foto Destaque: Médico fazendo análise no cisto de um paciente/Reprodução: Vita Imagem

Mais Lidas