INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Esportes

Após mais uma derrota, Paulo Souza comenta sobre pressão sofrida no Flamengo

O Flamengo voltou a perder na ultima quarta-feira (8), agora contra o Bragantino, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, por 1 X 0, com gol de Luan Cândido. Novamente, o time entrou mal e não jogou bem, errando passes fáceis, gols e com problemas na defesa. Após o jogo, o técnico Paulo Sousa foi questionado em relação à pressão que vem sofrendo ao longo dos jogos, e o treinador português disse que não pode controlar o que é falado fora do Ninho do Urubu.

“Há coisas que eu não posso controlar, e essas são aquelas com as quais menos gasto energia. Tento trabalhar com os rapazes da melhor maneira que eu sei para tentarmos sermos competitivos e ganharmos jogos. Por isso, tudo aquilo que se comenta e se escreve, com todo respeito, é algo que não posso controlar. Daí o meu foco exclusivamente é analisar meus rivais, passar com clareza os comportamentos dos nossos rivais para o nosso time e tomar decisões para ganhar jogos.” declarou.

Sobre a sequência de erros que o Flamengo cometeu na partida desta quarta-feira (08), Paulo Sousa colocou o último terço ofensivo do time como o ponto fraco da equipe.

“Sobretudo o que tem faltado um pouco mais tem a ver com o último terço, ofensivo, sobretudo. Penso que houve equilíbrio muito grande até o gol. Um gol que nasce de uma falta que nem sei se a bola saiu antes ou não. Há um desvio do Andreas, a nossa linha defensiva tem Matheuzinho e Lázaro como últimos homens na própria linha, mas há um desvio em direção ao gol.”, afirmou o português.


(Foto: Reprodução/Instagram)


“A partir daí o jogo começa a ter uma tendência de Flamengo, com maior domínio e transições bem rápidas. As duas equipes pressionaram o homem da bola, retiraram o espaço. O Bragantino teve muito mais capacidade porque um dos comportamentos deles é procurar as mudanças de corredor, onde eles têm jogadores muito rápidos e muito competitivos no jogo aéreo. E isso pouco a pouco nos fez baixar blocos, mas quase nunca sofrendo perigo. Fomos criando, fomos chegando. Tivemos o domínio e, sobretudo tivemos boa oportunidade de fazer gol com Vitinho e o próprio Everton.” completou.

Paulo Sousa levantou outros tópicos, como por exemplo, o meio de campo, que foi bastante elogiado pelo treinador, mas reforçou que o ataque precisa de mais atenção.

“Temos que atacar o espaço livre no último terço e não ficarmos tanto na expectativa de receber no pé, porque são momentos em que temos de ter superioridade sobre o nosso adversário direto. Nós, na construção, tivemos os nossos meio-campistas com muita mobilidade. Thiago (Maia) foi muito bem ao assumir as pausas do jogo e a sair da pressão. Nosso adversário sempre baixando. Faltou-nos sem dúvida essa última parte.”, disse Paulo Sousa.

Sobre as substituições que fez durante os jogos, que vem sendo bastante criticadas pelos torcedores, o técnico português explicou as mudanças e o porque da escolha do jogo aéreo.

“Já na última parte do jogo, dentro daquilo que tínhamos no banco e com as mudanças que fizemos, sobretudo a primeira com o Pedro e depois da expulsão, percebemos que o nosso adversário ia baixar ainda mais e ficaria esperando mais. Precisávamos de um jogo muito exterior para poder fazer cruzamentos.”, disse ele. “Tomamos uma opção de ter um zagueiro junto ao Pedro no corredor central. Tivemos o Andreas mais na entrada da área para as segundas bolas e também para poder finalizar na circulação.”, explicou.


(Foto: Reprodução/Instagram)


“Tivemos uma oportunidade de gol. Poderíamos ser ainda melhores, sobretudo em criar espaços nos corredores laterais para ter mais cruzamentos tendo Pedro e Léo na área. Não fomos felizes nesse sentido, parabéns ao nosso adversário.”, reforçou.

Quanto aos gritos de flamenguistas de “fora, Paulo Sousa” e de “fica, Paulo Sousa” por parte de torcedores do Bragantino, o treinador afirmou:

“Centrado em tudo aquilo que posso fazer com todo o meu coração e com toda a minha sabedoria para poder oferecer o melhor de mim mesmo a este Flamengo que tanto merece.”, finalizou Paulo Sousa.

 

Foto Destaque: Paulo Sousa no jogo contra o Bragantino. Reprodução/Diogo Reis/AGIF

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − três =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...