INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Esportes

Brasil bate EUA nas eliminatórias para copa do mundo de basquete

Com destaque de Bruno Caboclo, seleção brasileira vence americana em Washington em partida válida pelas classificatórias para o Mundial, que ocorre ano que vem.

A seleção brasileira masculina de basquete bateu a seleção americana em Washington. Com placar final fechando em 94 a 79, a vitória garante a vaga do Brasil na copa do mundo de basquete, que acontece entre agosto e setembro do ano que vem, com sede dividida entre Japão, Indonésia e Filipinas.

Até agora, o Brasil tem seis vitórias e três derrotas no classificatório para o mundial de 2023. Os EUA contam até então com sete vitórias e apenas duas derrotas. Os estadunidenses já haviam perdido para a seleção do México, time que enfrenta o Brasil na madrugada da próxima segunda para terça feira.

As eliminatórias classificam os sete primeiro colocados americanos para a copa do mundo, que funcionam de forma parecida com a copa do mundo de futebol. As seleções estão dispostas em dois grupos: Os três primeiros de cada, além do quarto melhor, carimbam o passaporte pra Ásia ano que vem.

O ala Georginho, em análise do jogo, comentou: ”Nossa estratégia no jogo era chutar o melhor possível sem desperdiçar bola na transição. Porque sabemos que o time é muito atlético e que eles gostam de aproveitar essas bolas fáceis no contra-ataque. A gente controlou o ritmo do jogo, teve muita disciplina tática e forçamos eles a jogarem no 5 contra 5. Até o final do último quarto foi praticamente perfeito. Saímos com a vitória com uma diferença de 15 pontos”.

A escalação inicial do jogo foi: Marcelinho Huertas, Georginho, Léo Meindl, Felício e Tim Soares. Porém, o grande destaque da partida veio do banco. Bruno Caboclo, pivô, foi o cestinha da noite, com 24 pontos. Georginho também deu um show à parte, com 18 marcados. Huertas vem logo depois, com oito pontos e sete assistências.

Pelo lado americano, Chiozza foi o destaque. O time contou com David Sotckton, DaQuan Jeffries, Michael Frazier II, Rodney Hood e Henry Sims.

Os astros da NBA não fazem parte da seleção. Ela é composta por jogadores que compõem o time têm passagem pela liga profissional dos EUA, mas sem destaque e com pouco tempo de quadra. O mesmo vale pra seleção brasileira, que o armador Raulzinho, atualmente jogando pelo Cleveland Cavaliers, não atua com a camisa brasileira.

No jogo, o Brasil começou com uma boa atuação. De ponte aérea a infiltrações, a dupla Huertas e Felício fez um bom trabalho comandando a seleção, mantendo vantagem até os EUA encostaram, fazendo 15 a 15. O time americano não começou bem, com diversos erros do líder David Stockton. O primeiro quarto terminou com vantagem brasileira. 30 a 21no placar.

No segundo quarto, Felício entra de novo, no lugar de Caboclo. Com poucos minutos, o cestinha se viu obrigado a retornar. Pelo lado adversário, Chinozza tentava virar mostrando muita força em quadra. O segundo quarto, a parcial de 28 a 13 mostrava que o Brasil sabia girar o time e aumentar a vantagem. Ao fim do primeiro tempo, a diferença brutal no placar: BR 58 x EUA 34.


<blockquote class=”twitter-tweet”><p lang=”pt” dir=”ltr”>É O BRASA EM WASHINGTON! Vitória FUNDAMENTAL diante dos Estados Unidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo por 94 a 79, na casa dos caras <br><br>Caboclo – 21pts e 4reb<br>Georginho – 18pts e 4reb <br>Benite – 11pts <br>Huertas – 8pts e 7ast<br>Léo Meindl – 8pts e 9reb <a href=”https://t.co/bgQFsE8mXX”>pic.twitter.com/bgQFsE8mXX</a></p>&mdash; Basquete Brasil – CBB (@basquetebrasil) <a href=”https://twitter.com/basquetebrasil/status/1591202568033964032?ref_src=twsrc%5Etfw”>November 11, 2022</a></blockquote> <script async src=”https://platform.twitter.com/widgets.js” charset=”utf-8″></script>

Resultado do jogo entre Brasil e EUA. Reprodução/Twitter @basquetebrasil


O terceiro quarto foi marcado pela boa administração da vantagem do time brasileiro. Mesmo com mais erros, eles ainda dominavam os rebotes defensivos.  Com tal ritmo, a vantagem ao fim da parcial foi de 20 pontos. 75 a 55.

O último quarto foi marcado por uma tentativa de reação dos americanos, mas sem muito sucesso, pois não contavam com um Marcelinho Huertas inspirado, tentando segurar o relógio. O placar final foi 94 a 79, com triunfo da seleção brasileira.

 

Foto de Destaque: Georginho, da seleção brasileira. Reprodução/Twitter @basquetebrasil

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × três =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...