INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Esportes

Conmebol faz pressão junto a Fifa para que a Copa do Mundo de 2030 seja realizada na América do Sul

A Copa do Mundo de 2022 ainda não terminou, mas mesmo assim entidades e dirigentes já se movimentam nos bastidores para definir onde serão realizadas as próximas edições do torneio. Em meio a tudo isso, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), tenta fazer uma pressão na Fifa para que a competição seja realizada em solo sul-americano em 2030. A notícia foi publicada primeiramente pelo site “ge.globo”.

A organização lançou em agosto uma proposta para sediar o torneio com a candidatura conjunta entre Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai. A ideia da Conmebol para tentar convencer a Fifa é usar o trunfo de poder realizar o Mundial 100 anos depois nas mesmas terras em que tudo começou, quando foi disputado no Uruguai, em 1930.

O presidente da Confederação Sul-Americana Alejandro Domínguez falou sobre o tema no último domingo (11): “Se o Mundial de 2030 for em outro lugar, vamos perder uma oportunidade histórica de festejar o centenário da Copa Mundo“, disse o dirigente.


Alejandro Domínguez e Gianni Infantino, durante visita do mandatário da Fifa à sede da Conmebol em 2016 (Foto: Divulgação/Conmebol)


Os principais concorrentes dos sul-americanos são os europeus. A Uefa lançou recentemente uma candidatura conjunta com Portugal e Espanha, que acabaram agregando posteriormente a Ucrânia, de forma simbólica.

Conmebol e Uefa têm se aproximado nos últimos tempos. As duas entidades, inclusive, chegaram a realizar juntas um torneio em junho deste ano. Chamada de “Finalíssima”, a primeira edição do torneio, disputado em jogo único, contou com a participação de Argentina, atual campeã da Copa América, e Itália, atual campeã da Eurocopa. O confronto foi vencido pelos argentinos, que golearam os italianos por 3 a 0.

As duas organizações também chegaram a abrir um escritório, localizado na cidade de Londres, na Inglaterra, de forma conjunta. Além da Finalissíma, torneios femininos e de categorias de base também têm sido organizados pelas duas confederações.

Perguntado sobre uma disputa com os europeus, Alejandro Domínguez disse não haver nenhum tipo de problema. “É um direito legítimo que se apresentem. Mas Espanha e Portugal podem perfeitamente organizar a Copa de 2034, por exemplo. O centenário do Mundial só vai existir uma vez“, afirmou.

A sede da Copa do Mundo de 2030 será definida em 2024, com as 211 entidades nacionais do futebol tendo direito a voto. Já o próximo Mundial, que será disputado em 2026, já está confirmado e será realizado em conjunto por Canadá, Estados Unidos e México.

 

Foto destaque: Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, e Gianni Infantino, presidente da Fifa. Divulgação/Conmebol.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...