INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Esportes

Em jogo morno, EUA e Inglaterra empatam sem gols

Em jogo pouco movimentado, Estados Unidos e Inglaterra não saíram do zero no estádio Al Bayt e deixam classificação para a próxima fase em aberto. A partida que poderia selar a classificação da seleção inglesa para as oitavas de final foi bem devagar.

A Inglaterra parecia não querer jogar durante todo o confronto, pouco foi efetiva no ataque e não levou perigo ao gol do arqueiro americano. Por outro lado, os Estados Unidos até que tentaram bastante, principalmente no primeiro tempo, porém, na segunda etapa, o jogo caiu muito de produção.

1° tempo

Com uma estratégia bem definida, os Estados Unidos surpreenderam a Inglaterra com uma marcação alta desde o início, fazendo com que o time inglês errasse bastante. Belligham e Rice, responsáveis pela saída de jogo, não conseguiam se deslocar sem ter ao menos um americano na marcação, com o bloqueio dos dois jogadores, a seleção inglesa não conseguia sair jogando por baixo, e na maioria das vezes, era chutão para Harry Kane tentar fazer o pivô para o companheiro que vim de trás. Por outro lado, os Estados Unidos estavam buscando jogo, e quando conseguia roubar a bola, era muito objetivo e veloz nos contra-ataques. Com isso, os ingleses sofreram na marcação. Porém, no geral, a primeira etapa foi só, com poucas chances de gols e um futebol bem preguiçoso do time inglês. O primeiro tempo foi marcado por dois lances perigosos para cada seleção. Os EUA foram perigosos com Pulisic, primeiro aos 33′, quando recebeu a bola e soltou uma bomba no travessão do Pickford, e aos 42′ em cruzamento do lateral Dest e o jogador americano cabeceou para fora. Já a Inglaterra teve chances aos 45′ com uma boa jogada pela lateral de Shaw, que cruzou rasteiro e Saka finalizou por cima do gol. No lance seguinte, aos 46′, Sterling recebeu a bola na entrada da área e finalizou para a boa defesa do goleiro Turner.


Pulisic foi um dos destaques do primeiro tempo (Foto: Reprodução/FIFA)


2° tempo

A segunda etapa foi bem mais morna do que a primeira. Porém, começou com os Estados Unidos em cima, criando as melhores oportunidades e tendo mais a bola do que a Inglaterra. No entanto, as chances não foram tão claras quanto as do primeiro. A Inglaterra só conseguiu equilibrar o meio campo com as entradas de Grealish e Henderson, e no fim do jogo, aos 45, em cobrança de falta, Kane cabeceou para fora.


Melhores momentos do jogo (Reprodução/CazeTV)


Com o empate, a situação do Grupo B ficou para a última rodada. A Inglaterra, com 4 pontos, precisa apenas de um empate contra o País de Gales para garantir a classificação. Já os Estados Unidos, com 2 pontos, precisam ganhar do Irã para avançar as oitavas. Os confrontos decisivos ocorrem na próxima terça-feira, às 16h (horário de Brasília).

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...