INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Esportes

Marrocos faz história e elimina a Espanha nas oitavas de final da Copa do Mundo

O Marrocos segue fazendo história na Copa do Mundo de 2022. Os marroquinos enfrentaram a Espanha, nesta terça-feira (6), no estádio da Cidade da Educação, em confronto válido pelas oitavas de final da competição, e mandaram a Espanha de volta para casa. A partida terminou em empate sem gols no tempo regulamentar e na prorrogação e acabou sendo vencida pelo Marrocos nos pênaltis. O goleiro Bounou defendeu as cobranças de Sergio Busquets e Carlos Soler e Hakimi, com gol de cavadinha, selou a classificação do Marrocos para as quartas de final da competição.

Cronologia do jogo

Melhor ataque da primeira fase, com nove gols marcados ao lado da Inglaterra, a Espanha não teve vida fácil contra o Marrocos, que chegava com o status de ter só ter soffrido um gol nos três primeiros jogos do torneio. O jogo não foi nem de longe o mais animado desta Copa do Mundo. Pelo contrário, os dois times mostraram muitas dificuldades para criar chances e terminaram os 90 minutos de jogo com apenas duas finalizações a gol.

A Espanha fechou os 120 minutos de partida com 77% da posse de bola contra 23% do Marrocos. Mas, a posse de bola espanhola somada a pouca objetividade de seus jogadores na hora de buscar o gol, não deu resultado. O jogo acabou sendo decidido nas penalidades, com o Marrocos levando a melhor.


  • 1º tempo:

A primeira etapa foi bastante agitada. Apesar de ter sido marcada por muito estudo entre as equipes e poucas chances claras de gol, foi possível observar as duas seleções buscando o jogo e tentando abrir o placar. A Espanha teve mais o controle da posse de bola e imprimia uma marcação em linha alta, tentando surpreender o time marroquino, que evitava rifar a bola, mesmo quando pressionado no campo de defesa.

A primeira chance de gol só foi aparecer aos 11 minutos. Hakimi, cobrando falta, chutou forte e viu a bola ir por cima do gol defendido pelo goleiro espanhol Unai Simón. Aos 24, resposta espanhola. Em saída errada da defesa marroquina, os espanhóis chegaram com perigo e esbarraram no goleiro Bounou e no travessão. O lance, no entanto, acabou anulado por impedimento. Mas, o time comandado pelo técnico Luis Enrique não se deixou abater. Apenas um minuto mais tarde Asensio foi lançado pelo lado esquerdo da defesa, invadiu a área e finalizou para fora, causando muito perigo a meta marroquina.

A partir desse momento, a Espanha não voltou mais a atacar. Viu o lateral-esquerdo do Marrocos Mazraoui obrigar Unai Simón a fazer a defesa em chute de fora da área aos 32 minutos e Boufal, que deu boas escapadas pelo lado do campo no primeiro tempo, driblar o marcador dentro da área e cruzar para Aguerd, de cabeça, quase abrir o placar a favor da seleção africana aos 42 minutos da etapa inicial.


Pedri conduz a bola no campo de jogo em Espanha durante o empate sem gols entre Espanha e Marrocos no tempo regulamentar (Foto: iF2is / Reprodução Twitter)


  • 2º tempo:

Os últimos 45 minutos de tempo regulamentar não mostraram nada muito diferente do roteiro visto na etapa inicial. A Espanha seguiu com amplo domínio da posse de bola, mas não conseguiu converter os mais de 75% do tempo com a bola nos pés de seus jogadores em chances claras de colocar os primeiros números no placar. Já o Marrocos, com a defesa completamente fechada, ensaiava de forma tímida, alguns poucos contra-ataques. Mas, nenhum deles deu certo.

As principais jogadas da Espanha no segundo tempo apareceram principalmente com o atacante Dani Olmo, que fez o goleiro Bounou trabalhar aos 9 minutos após finalização de fora da área e aos 32, quando desajeitado mandou a bola para longe da meta. Álvaro Morata, que iniciou a partida no banco de reservas, foi colocado no campo de jogo pelo técnico Luis Enrique e teve duas chances de marcar. A primeira aos 34, em chute que passou rente ao gol marroquino e a segunda aos 46 minutos, em cabeceio para fora.

O Marrocos, por sua vez, só apareceu uma vez em todo o segundo tempo. Em jogada pelo lado direito do ataque aos 39 minutos, Hakimi cruzou para dentro da área, a bola foi ajeitada de cabeça para trás e Cheddira finalizou sem muito perigo, facilitando a defesa do goleiro Unai Simón. Ainda sobrou tempo para Bounou espalmar um chute espanhol de fora da área no último minuto e levar a prtida para a prorrogação.


Prorrogação

Após o empate no tempo regulamentar, foi dado início a prorrogação. Nos primeiros 15 minutos, viu-se o time do técnico Walid Regragui, muito desgastado fisicamente, seguir recuado no campo de defesa e ver a Espanha controlar a posse de bola de forma inofensiva.

Aos 12 minutos a melhor chance entre as duas equipes no jogo. O atacante marroquino Cheddira recebeu belo passe de Ounahi, invadiu a área deixando dois defensores espanhóis para trás e chutou rasteiro, para Unai Simón, com os pés, fazer grande defesa e salvar a Espanha da derrota.

O segundo tempo da prorrogação foi movimentado nos minutos finais. Os espanhóis resolveram tentar a vitória, pressionaram a Seleção do Marrocos e chegaram a acertar a trave com Sarabia no último lance. Sem bola na rede, o confronto acabou indo para as penalidades.


Ounahi conduz a bola em Espanha 0 a 0 Marrocos em jogo das oitavas de final da Copa do Mundo (Foto: iF2is / Reprodução Twitter)


Penalidades

Nos pênaltis, um show de horrores dos cobradores espanhóis, que não conseguiram balançar as redes nenhuma vez. Melhor para Bounou. O goleiro marroquino viu Sarabia acertar a trave na primeira cobrança saiu como herói ao defender os pênaltis cobrados por Carlos Soler e Sergio Busquets.

Unai Simón chegou a defender a cobrança de Banoun, mas não adiantou. Viu Sabiri e Ziyech converterem as suas penalidades e Hakimi, com muita personalidade, mandar uma cavadinha no meio do gol na última cobrança e confirmar a classificação histórica do Marrocos para as quartas de finais da Copa do Mundo.

Marrocos faz história na Copa do Mundo

Classificada, a seleção marroquina faz história no Catar. Os comandados do técnico Walid Regragui conseguiram o melhor resultado do país em Copas do Mundo ao avançar para as quartas de final. Foram duas vitórias e um empate na primeira fase, garantindo o primeiro lugar do grupo F e contribuindo para a eliminação da seleção belga na fase de grupos. Agora, conseguem a sua melhor campanha no torneio ao eliminarem a Espanha nos pênaltis nas oitavas.

Antes, o melhor resultado dos marroquinos em Copas havia acontecido em 1986, quando chegaram nas oitavas de final com dois empates e uma vitória, mas acabaram eliminados pela Alemanha Ocidental na fase mata-mata.

O Marrocos também segue no Catar com a melhor campanha entre as seleções africanas nesta edição do torneio, ultrapassando Senegal, que acabou se despedindo no último domingo (4), após perder para a Inglaterra por 3 a 0.


Hakimi e Ziyech celebram classificação do Marrocos para as quartas de final da Copa do Mundo (Foto: Divulgação/FIFA)


Quartas de final

Classificada, a seleção do Marrocos aguarda agora a definição do duelo entre Portugal e Suíça, que se enfrentam às 16 horas desta terça-feira, no estádio Lusail. O vencedor deste confronto encara os marroquinos no próximo sábado (10), às 12 horas, no estádio Al Thumama. Todos os horários citados encontram-se no horário de Brasília.

 

Foto destaque: Jogadores do Marrocos comemoram classificação para as quartas de final da Copa do Mundo. Divulgação/FIFA.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...