INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Esportes

Inter critica CBF por falta de apoio e revela prejuízo milionário com paralisação do Brasileirão

Apesar dos desafios, o Inter segue em busca de sua competitividade no cenário futebolístico, buscando alternativas para minimizar os impactos da paralisação e se preparando para os próximos desafios da temporada.

Estádio Beira-Rio alagado
Foto destaque: Estádio Beira-Rio alagado (Reprodução/Comunicação Sport Club Internacional)

Devido à inesperada paralisação do Brasileirão pela CBF, o Internacional estima um prejuízo de R$ 35 milhões. Essa quantia significativa é resultado direto da perda de estrutura em Porto Alegre, além da necessidade de mudança de sede para jogos e treinos. A situação gera grande insatisfação no clube, que se sente prejudicado pela falta de apoio e sensibilidade da CBF.

Demanda por soluções e transparência:

Em resposta à paralisação, o Colorado apresenta uma lista de demandas com a estimativa detalhada do prejuízo, buscando garantir sua competitividade no cenário futebolístico. As necessidades urgentes do clube incluem reparos no Estádio Beira-Rio e no Centro de Treinamentos e hospedagem para treinos e jogos. O time precisa arcar com os custos de transporte, alimentação e acomodação para treinar e jogar em outros estados, quando atuar como mandante.


Estádio Beira-Rio alagado (Foto: reprodução/Getty Images embed)


Preparação para o confronto contra o Belgrano

Apesar dos desafios impostos pela paralisação, o Inter segue em ritmo acelerado de preparação para o confronto contra o Belgrano, pela fase de grupos da Copa Sul-Americana. O Estádio Novelli Junior foi o palco escolhido para receber a partida, que acontecerá no dia 28 deste mês. Para garantir um bom desempenho na partida, o técnico Eduardo Coudet e sua comissão técnica programaram um período de 20 dias de intensos treinos.

O Internacional segue em ritmo acelerado de preparação com a pré-temporada em andamentos, o clube tem possibilidades em Alfredo Jacon, Caxias do Sul e Criciúma.


Logo da Confederação Brasileira de Futebol (Foto: reprodução/Getty Images embed)


Falta de diálogo e descaso da CBF

A postura da CBF em relação à paralisação do Brasileirão e à situação dos clubes gaúchos gera grande insatisfação. Até o momento, a entidade não se dignou a realizar um aporte sequer para os clubes gaúchos, nem mesmo a estudar a situação do futebol no estado. Essa falta de apoio se torna ainda mais inaceitável diante da receita bruta de R$ 1,172 bilhão alcançada pela CBF em 2023, com um superávit de R$ 238 milhões (aumento de 66% em relação ao ano anterior).

Além da questão financeira, a postura da CBF gera incômodo pela falta de diálogo e descaso com os clubes gaúchos. Antes de atender ao apelo de 15 clubes pela paralisação do Brasileirão, a entidade recebeu dois ofícios com pedidos, mas não deu nenhuma resposta. Inter e demais clubes gaúchos se organizavam para um terceiro documento antes do anúncio da paralisação na noite de quarta-feira.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...