INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Esportes

São Paulo enfrenta desafios contra Talleres na Libertadores

Veja o que motivou Carpini deixar o time com um jogador a menos no primeiro tempo

Thiago Carpini em treino do São Paulo
Foto destaque: Thiago Carpini em treino do São Paulo (reprodução/Instagram/@tcarpini)

Desfalques cruciais marcaram a estreia do São Paulo na Conmebol Libertadores, que perdeu de 2 a 1 para o Talleres, nesta quinta-feira (04), em Cordoba, Argentina. O lateral-direito Rafinha e os atacantes Lucas e Wellington Rato deixaram o campo por lesões durante o primeiro tempo, forçando o técnico Thiago Carpini a enfrentar o jogo com um jogador a menos até o intervalo.

Decisão difícil para Thiago Carpini

Com duas substituições já realizadas para Rafinha e Lucas, o treinador se viu diante de um dilema quando Wellington Rato também se machucou. Com o risco de esgotar suas mudanças no segundo tempo, Carpini optou por não parar novamente a partida em Cordoba.

“Eu troquei seis minutos que restavam por 45. Foram 6 por 50. Decisão difícil, jogar com o Talleres com um a menos corremos risco, era difícil, mas sabendo que alguns que não suportariam a partida toda, como James, que há muito tempo não faz 90 minutos. Se eu parasse, não teria mais mexida”, explicou.

Apesar da permissão para realizar até cinco substituições por partida, os times só podem interromper o jogo três vezes para efetuar as trocas. O São Paulo, ao sofrer a lesão de Wellington Rato, já havia utilizado duas dessas paradas, limitando suas opções para o restante do confronto.


Time São Paulo
Time São Paulo (Foto: reprodução/Instagram/@saopaulofc)

Consequências da decisão

Com apenas dez jogadores em campo devido às lesões e à decisão de Thiago Carpini, o São Paulo enfrentou dificuldades defensivas, resultando no primeiro gol da partida. Os argentinos abriram o placar aos 50 minutos do primeiro tempo, aproveitando a vantagem numérica para pressionar a equipe brasileira.

“Foi acertado. Tomamos a decisão, se não tivesse o gol não teria nem o questionamento. Futebol são ações e reações, os próprios atletas pediram que a gente não fizesse, no segundo tempo paramos o jogo e botamos Luciano e Galoppo”, declarou.

 No intervalo, Carpini fez uma mudança tática, promovendo a entrada de Erick no lugar de Wellington Rato. No segundo tempo, ele optou por mais duas alterações, trazendo Luciano e Galoppo para os lugares de Alisson e James Rodríguez, respectivamente, em uma tentativa de reverter a situação para o São Paulo contra o Talleres.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...