INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Moda

Primeira it-bag da história comemora 25 anos

Na terceira temporada de “Sex and the City”, Clarrie Bradshaw diz “mas é uma baguete”, ao ladrão que exigiu sua bolsa sob a mira de uma arma, e é considerada uma das falas mais icônicas da série. A bolsa foi criada em 1997 por Silva Venturini Fendi (neta dos fundadores da grife italiana e hoje diretora artística de acessórios e de moda masculina), esta recebeu tal nome por poder ser facilmente carregada embaixo do braço tal qual uma baguete francesa e não foi unanimidade na marca logo de cara.

Silva continuou insistindo no modelo da bolsa, e mesmo tendo sido desenhada na Itália, foi nas ruas da cidade icônica, Nova York, que a chamada Baguette se tornou um ícone, sendo utilizada pelo elenco de “Sex and the City”, em várias ocasiões. Levando o título de primeira it-bag da história do mundo da moda, e foi também pioneira ao gerar listas de espera em lojas espalhadas pelo mundo todo. Todo mundo queria ter as famosas bolsas da série.

Merecidamente, Nova York foi a cidade escolhida para a celebração dos 25 anos da bola, em um desfile especial, este vai ser dedicado à data, a mais grandiosa apresentação já realizada pela grife Fendi. O evento reuniu editores e convidados do mundo todo, aconteceu no dia que Kim Jones completava dois anos como diretor artístico da grife, no mês de setembro. “O rei da moda americana”, nas palavras de Kim, Marc Jacobs foi espertamente convocado para assinar parte da coleção, que ainda teve colaborações com a da Tiffany (primeira parceria da joalheria com uma marca de moda sob a tutela do grupo LVMH, ao qual ambas pertencem) e com Sarah Jessica Parker.

A primeira fila do desfile foi digna da festa de aniversário de um ícone, incluindo celebridades e supermodelos, como por exemplo Grace Jones, Kim Kardashian, Kate Moss, Shalom Harlow e Amber Valletta. Sasha Menegel, primeira brasileira embaixadora da grife, esteve em Nova York para o evento, e ela falou para a matéria “Fornada boa” da Vogue do mês de dezembro: “Desde o início da história da Fendi, mulheres estavam à frente do negócio e da criação- e assim segue, até hoje. É uma marca que sempre valorizou e priorizou mulheres no poder”.


Sasha Meneghel para a Vogue (Foto: Lufré)


Sasha continua: “O desfile foi lindo, incrível ver como a Baguette tem tanta história e como é usada de formas inovadoras, como por exemplo uma minibaguette na meia ou na troca. Também gostei muito do final da apresentação, a collab da Fendi e Marc Jacobs- com roupas bastantes brancas e muito jeas. Minha primeira memória da Fendi é justamente a cena icônica de Sarah Jessica Parker com sua Baguette em Sex and the City”.

Foto destaque: Sasha Meneghel com a bolsa baguette para a Vogue. Reprodução/Lufré 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...