INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Moda

Conheça a presença imortal de Christian Dior, estilista da série “The New Look”

Conheça como o imortal couturier Christian Dior marcou a moda de maneiras diferentes e segue presente no mundo fashion atual

Christian Dior
Foto destaque: Christian Dior (Reprodução/Gramurama/Getty Images)

O estilo inconfundível de Christian Dior, com suas linhas elegantes e femininas, continua a inspirar designers contemporâneos e influenciar as tendências da moda atual. Seu histórico de forte compromisso com a excelência e a inovação estabeleceu um padrão elevado para a indústria da moda, tornando-o um dos nomes mais reverenciados na história da moda mundial. O legado de Christian Dior é uma celebração do glamour, da elegância e da eterna busca pela beleza, conquistas de uma personalidade de trabalho, dedicação e visão de moda. 

Os primeiros passos de Christian Dior

Christian Dior, nascido em 1905 em Granville, França, iniciou sua jornada na moda após estudar arte na École des Beaux-Arts entre 1928 e 1933. Vale a pena observar que esse período do entreguerras também foi fator fundamental para que o jovem Dior pudesse cunhar sua sensibilidade artística. Seus primeiros trabalhos como estilista foram nas casas de moda Robert Piguet e Lucien Lelong, onde refinou suas habilidades e estabeleceu sua visão única. 


Cartaz de propaganda do perfume Miss Dior, edição de 1978 (Foto: reprodução/Pinterest/@hprints)

Já durante a Segunda Guerra Mundial, Christian e sua irmã Catherine Dior estiveram envolvidos na resistência francesa contra a expansão do nazifascismo, com Catherine sendo ligada ao grupo de resistência “Les Forces Françaises de l’Intérieur”. Essa experiência influenciou profundamente Dior e sua abordagem à moda, levando-o a buscar uma estética que simbolizasse esperança e renovação após os tempos sombrios da guerra. Em homenagem à irmã, nasceu uma das primeiras fragrâncias da maison, a “Miss Dior”, em 1947. 

O nascimento da grife, desfiles memoráveis

Ainda em 1947, Christian Dior fundou sua própria casa de moda e lançou sua primeira coleção revolucionária. O desfile apresentou a silhueta “New Look”, caracterizada por saias volumosas, cinturas finas e o uso volumoso de tecidos logo após um período de escassez de recursos no pós-guerra.


Dior cuidando dos detalhes de sua primeira coleção, “Corolle”, em 1947; croquí do estilista. (Foto: reprodução/Pinterest/@wwd/@hprints)

A silhueta vai ser o foco das criações do estilista, com extrema dedicação ao bom corte e caimento das peças. O volume de tecidos usados não era apenas um luxo esvaziado, mas o contrapeso da simplicidade das curvas delineadas do tronco, equilibrados pelo volume  para o caímento perfeito. “O caimento é tudo. Quando você coloca o vestido bem feito, as pessoas não percebem a costura, elas percebem a mulher”. Assim disse Dior, além de muitos outros ensinamentos que escreveu ao longo da vida em seu “Pequeno Dicionário”. 

Nesse propósito, seus desfiles de inauguração, como o “Corolle” (Primavera/Verão 1947) e o subsequente “Zig-Zag” (Outono/Inverno 1948), solidificaram sua posição como um dos mais influentes estilistas da época.

O surgimento do “New Look” e o estilo de Dior


Releitura de 2023 do taileur Bar, silhueta clássica da grife (Foto: reprodução/divulgação/Dior)

O termo “New Look” foi cunhado para descrever a estética inovadora de Dior, que representava uma ruptura com as restrições da moda durante a guerra. Suas criações incorporavam luxo e feminilidade, evocando uma sensação de renovação e otimismo. O “New Look” não apenas revolucionou a moda, mas também se tornou um símbolo de esperança e prosperidade no pós-guerra. O look que vai assumir a atemporalidade da silhueta criada por Dior é o conjunto saia plissada volumosa e o tailleur Bar, bem acinturado, com botões forrados ou metálicos, de caimento perfeito nos ombros. 

O legado de Christian Dior e sua influência duradoura


Desfile Dior 2023 (Foto: reprodução/divulgação/Dior)

Seu legado continuou a prosperar através da casa de moda que ele fundou. Sob a direção de designers talentosos como Yves Saint Laurent e John Galliano, a marca Dior manteve sua posição como líder na indústria da moda, mantendo viva a visão e o espírito de seu fundador.

O estilo distintivo de Dior, com suas linhas elegantes e femininas, continua a inspirar designers contemporâneos e influenciar as tendências da moda atual. Seu compromisso com a excelência e a inovação estabeleceu um padrão elevado para a indústria da moda, tornando-o um dos nomes mais reverenciados na história da moda mundial. O legado de Christian Dior é uma celebração do glamour, da elegância e da eterna busca pela beleza.

Christian Dior faleceu aos prematuros 52 anos em um ataque cardíaco durante férias na Itália em 1957. Desde então, sua luz nunca deixou de inspirar criações e sensibilizar o mundo da moda.

Matéria por Fernanda Menezes (Lorena R7)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...