INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Coleção da Cria Costura na SPFW 24

Moda

Cria Costura mostra sua evolução no segundo dia da SPFW

Os costureiros do projeto mostraram seu talento com peças vistosas

Já veterana da Semana de Moda mais importante do país, o projeto Cria Costura mostrou pela quinta vez o que suas costureiras são capazes de fazer com linha e tecido nesta quarta-feira (10), na passarela na edição deste ano da São Paulo Fashion Week. O projeto faz parte de um programa de aceleração criativa da Prefeitura de São Paulo com o Inmode e o time mostrou desta vez na SPFW N57 looks em renda e peças volumosas com várias camadas de babados.

Cria Costura na SPFW 57

Quem assina a coleção 2023 apresentada na passarela da edição deste ano da São Paulo Fashion Week é o diretor criativo Jefferson de Assis. O estilista usou bonecas como ponto de partida para esta coleção, o que ajuda a explicar o estilo adotado para as peças, que trouxe muito brilho e babados para a passarela.

Jefferson organizou o desfile em seis diferentes blocos, de acordo com as cores e tecidos trabalhados pelos alunos, o que ajudou a unir a visão criativa deles. Os blocos foram divididos em: renda preta e branca, tecido coberto de paetês azuis e paetês marrons, e para encerrar o desfile, tecido organza marrom e rosa-chiclete.


Cria Costura ousou em tecidos e técnicas de costura
As peças foram inspiradas em bonecas e contam com uma variedade de tecidos (Foto: reprodução/Fashionnetwork/Montagem por Fernanda Eirão)

As peças contaram com um mix de recortes, comprimentos, técnicas e silhuetas diferentes, mostrando toda a versatilidade dos alunos do projeto. Os vestidos tipo mullet ou curtos lembravam águas-vivas, com suas camadas “nadando” a cada passo das modelos. Os tops contavam a adição de um capuz, as barras das roupas eram despontadas, os franzidos apareceram em peso e o decote ombro a ombro foi uma aposta da turma de costureiros, que conta com homens e mulheres de todas as idades. 

A inspiração em bonecas também se fez presente na maquiagem, feita por Ricardo dos Anjos. Ele optou por batom cor de rosa pink e delineador, colaborando para a harmonia da imagem fina. As modelos também exibiam bochechas com blush marcado, típico das bonecas de antigamente. Ao fim da apresentação, todas as modelos se posicionaram em um paredão em frente aos alunos responsáveis pelas criações, o que fez a plateia se emocionar e sorrir.

A transformação trazida pelo projeto

O Projeto Cria Costura foi criado em 2021 como um curso de moda na cidade de Tiradentes, e daí se expandiu para Carrão, um bairro na Zona Leste de São Paulo. O objetivo era capacitar talentos na área da moda, oferecendo aulas de costura e gestão à população local, transformando vidas e fortalecendo o empreendedorismo no mercado da moda.

O sucesso do projeto é visto em experiência como a da aluna Marina Miguel de Oliveira, que participou de duas edições passadas do projeto, o que possibilitou à costureira a chance de colaborar com marcas como Vicunha, Loggi, Kilombo 93 e Afrolsh. “O Cria Costura transformou minha vida ao abrir a possibilidade de expandir meu negócio. Antes, era limitada a atender demandas de acessórios e clientes pessoa física. Após o curso, passei a oferecer serviços de costura e produção em grande escala para empresas. Tive acesso à Vicunha através do Cria Costura, que pediu indicações para produzir ecobags para um evento. Aprendi a olhar para meu negócio de forma mais profissional e a usar os recursos a meu favor, além de entender como as parcerias poderiam ser benéficas para meu crescimento.”


O Cria Costura já participou cinco vezes na Semana de Moda de São Paulo (Foto: reprodução/Gamma-Rapho/Getty Images embed)


A edição 57 da São Paulo Fashion Week trouxe as criações de 32 alunos do programa. Jefferson de Assis conta que o tema é sempre importante e o deste ano foi “memória afetiva”, que ofereceu uma rica fonte de inspiração aos costureiros, os incentivando a buscar momentos e narrativas pessoais significativas, trazendo-as à vida através de suas criações. Jefferson também explicou como o processo criativo funciona. “Eu chego com uma ideia e os alunos ajudam a montar o moodboard”, ele conta.  A partir disso, Jefferson propõe tecidos e divide os alunos em grupos, para que cada participante possa criar um look, desde a concepção à produção final. 

A coleção apresentada este ano demonstrou que a criatividade é algo ilimitado e mostrou o talento e a dedicação dos participantes do projeto, demonstrando que o Cria Costura não é apenas um curso, mas uma plataforma para descobrir talentos, empoderar seus participantes e impulsionar o cenário da moda em São Paulo.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...