INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Money

JBS é a maior do agronegócio brasileiro em lista da Forbes

A Forbes Brasil publica, anualmente, a lista Forbes Agro100, que elenca as 100 maiores empresas do agronegócio brasileiro. Neste ano, as dez maiores faturaram R$ 929,5 bilhões, número R$ 239,8 bilhões maior que em 2020.  Segundo a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Ministério da Agricultura, as exportações do setor bateram recorde no ano passado, em R$ 625,8 bilhões. O PIB (Produto Interno Bruto) do Agronegócio teve avançou 8,36% em 2021. A participação no PIB brasileiro foi de 27,4%.

O PIB cresceu 1,63% para a agroindústria e 2,56% para os agrosserviços. O PIB do agrícola avançou 15,88% de 2020 para 2021. Apesar disso, PIB do pecuário recuou 8,95%.


PIB do agronegócio cresceu em 2021 (Foto: Reprodução/Folhapress)


Confira a lista das 10 maiores empresas do agronegócio brasileiro, segundo a Forbes:

  1. JBS

Setor: Proteína Animal

Fundação: 1953, em Anápolis (GO)

Receita: R$ 350,69 bilhões

Principal executivo: Gilberto Tomazoni

  1. COSAN

Setor: Agroenergia

Fundação: 1936, em Piracicaba (SP)

Receita: R$ 113,09 bilhões

Principal executivo: Luis Henrique Cals de Beauclair Guimarães

  1. CARGILL AGRÍCOLA

Setor: Alimentos e Bebidas

Fundação: 1865, em Conover, Iowa (EUA); no Brasil desde 1965

Receita: R$ 101,09 bilhões

Principal executivo: Paulo Sousa

  1. MARFRIG GLOBAL FOODS

Setor: Proteína Animal

Fundação: 2000, em São Paulo (SP)

Receita: R$ 85,38 bilhões

Principal executivo: Rui Mendonça Júnior

  1. AMBEV

Setor: Alimentos e Bebidas

Fundação: 1999, em São Paulo (SP)

Receita: R$ 72,85 bilhões

Principal executivo: Jean Jereissati Neto

  1. BRF

Setor: Proteína Animal

Fundação: 2009, em São Paulo (fusão de Perdigão e Sadia)

Receita: R$ 48,34 bilhões

Principal executivo: Miguel de Souza Gularte

  1. SUZANO HOLDING

Setor: Madeira, Celulose e Papel

Fundação: 1924, em São Paulo (SP)

Receita: R$ 40,97 bilhões

Principal executivo: Walter Schalka

  1. COPERSUCAR

Setor: Agroenergia

Fundação: 1959, em São Paulo (SP)

Receita: R$ 40 bilhões

Presidente executivo: Tomás Caetano Manzano9

  1. LOUIS DREYFUS

Setor: Tradings e  Comércio

Fundação: 1851, na Alsácia (França); no Brasil desde 1942

Receita: R$ 38,88 bilhões

Principal executivo: Murilo Parada

  1. ANDRÉ MAGGI PARTICIPAÇÕES

Setor: Alimentos e Bebidas

Fundação: 1977, em São Miguel do Iguaçu (PR)

Receita: R$ 38,21 bilhões

Principal executivo: Judiney Carvalho de Souza

Foto destaque: Agronegócio. Reprodução/Massey Ferguson

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...