INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Música

Marina Sena lança remix de “Dano Sarrada”

Marina Sena lança remix de

Marina Sena lançou nesta quarta-feira (21) o remix da música “Dano Sarrada” com a participação de Japãozin. A nova versão da faixa traz gênero novo e mudanças no ritmo, além de introduzir um dueto na canção que em sua primeira versão era interpretada apenas por Marina.

O remix contrasta bastante com a sua versão original, a começar pelo gênero. A versão original nos traz uma música urbana focada na sensualidade, já a versão com Japãozin, nos mostra aspectos nordestino à faixa que faz com que se aproxime ao brega funk. A nova versão possui um ritmo mais acelerado, e inspira o ouvinte a querer dançar, enquanto a versão original nos traz uma sensação de tranquilidade e nos inspira sensualidade para momentos mais íntimos. A letra não sofreu com grandes alterações e conseguiu manter o objetivo inicial de criar um refrão marcante.


Assista ao clipe de Dano Sarrada Remix. (Vídeo: reprodução/YouTube/MarinaSena)


Polêmica

A versão original não foi bem aceita por parte do público que criticou a letra, apontando principalmente para a quebra de expectativa criada pela sensação de sensualidade criada e os termos utilizados, argumentando que no momento auge da música a frase “Dano Sarrada” quebraria o clima criado pela cantora, dizendo:

“eu fico incomodada com essa música pq ela tem toda uma vibe erótica sensual com potencial pra ser muito artística mas as palavras dando sarrada tiram toda essa energia”


Post no X sobre a canção de Marina

Post no X da crítica a canção, com a resposta de Marina Sena. (Foto: reprodução/X/@bichoriscado)


Resposta de Marina 

A crítica não foi bem recebida pela artista, que acusou o fã de se achar “cult” ao criticar o termo popular, e afirmou que o pensamento do fã é apenas uma fase em que ela também já passou e espera o seu crescimento pessoal e intelectual.

Marina Sena começou sua carreira como vocalista do grupo A Outra Banda da Lua”, mas seu sucesso veio quando fazia parte da “Banda Rosa Neon” com a música “Ombrim”. Em 2021, decidiu seguir com a carreira solo e lançou o álbum “De Primeira”. Em 2023 a cantora ganhou o WME awards na categoria de melhor álbum com “Vício Inerente”, prêmio que tem a intenção de reconhecer trabalhos femininos na música.

Foto em destaque: imagem de divulgação do single. (reprodução/Instagram/@amarinasena)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...