INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

A maioria dos brasileiros diz que o preço dos alimentos subiu

De acordo com o Ipec, 79% da população viu o aumento nas contas de supermercado

A maioria dos brasileiros sente que os preços no supermercado subiram
Foto destaque: pesquisa do Ipec revela que quase 80% dos brasileiros acredita estar pagando mais caro nos alimentos (Reprodução/Pixabay)

A conta do supermercado é sempre algo que impacta o orçamento de uma família. Uma pesquisa do Ipec divulgada neste domingo (21) mostra que os brasileiros acreditam que estão pagando mais caro para se alimentar, com 79% deles apontando aumento nos preços nos últimos meses. E 64% disse acreditar que o preço vai aumentar ainda mais no futuro próximo.

Percepção no preço dos alimentos

A esmagadora maioria diz que o preço aumentou, mas 9% acredita que houve queda no preço dos alimentos. Outros 11% acreditam que o preço não mudou e 1% dos entrevistados declarou que não sabe ou não respondeu.


Compras no supermercado
O brasileiro acredita que está pagando mais caro nos alimentos (Foto: reprodução/Unsplash)

O levantamento do Ipec entrevistou duas mil pessoas entre os dias 4 e 8 de abril em 129 cidades diferentes. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

A pesquisa também perguntou aos entrevistados qual seria o cenário para os próximos meses e as projeções deles não são muito otimistas.  64% respondeu que acredita que os alimentos irão continuar a subir, já que 15% diz que acredita que os preços irão baixar. 18% respondeu que os preços não irão mudar e 3% não sabe ou não opinou.

Outras pesquisas do Ipec

O Ipec também questionou a população sobre o custo dos combustíveis. Para 61% dos entrevistados, encher o tanque do carro ficou mais dispendioso nos últimos meses. 21% acredita que o preço não mudou, 11% acredita que está mais barato abastecer e 7% não sabem ou não responderam.


Carro sendo abastecido
Abastecer o carro também está mais caro, de acordo com o Ipec (Foto: reprodução/Engin Akyurt/Pixabay)

Quanto às expectativas futuras de preço da gasolina ou álcool nas bombas, 63% acredita que o preço irá subir, 10% crê na redução dos preços, 22% prevê que ficará igual e 5% não respondeu ou não sabe.

Outro questionamento levantado pelo Ipec foi a percepção do preço das contas de consumo mais básicas, como água, luz e gás. 76% dos entrevistados respondeu que está pagando mais caro, 5% acredita que pagou mais barato, 18% acha que o valor das contas não mudou e 1% não respondeu ou não opinou.

Já a expectativa para os próximos meses, 11% respondeu que o preço das contas vai cair e 64% acredita que pagará mais caro nas contas. 4% dos entrevistados não respondeu ou não sabe se pagará mais caro nas contas futuras.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...