INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Anac autoriza Gol e Azul a voar com número de comissários reduzido

A Azul e a Gol foram autorizadas pela Agência Nacional de Aviação Civil, a Anac, a voar com um número reduzido de comissários de bordo nos aviões. O que antes eram quatro comissários, agora serão três. A Latam também realizou o pedido e aguarda a resposta.

Agora, a medida obriga as empresas a realocarem passageiros para outros voos, havendo limite de até 150 assentos em aviões com capacidade de até 186 passageiros. As três empresas, juntas, comandam 98,2% do mercado doméstico de aviação no Brasil, conforme mostra os dados da Anac relativos a novembro, os mais recentes disponíveis.

O avanço da variante ômicron é o motivo das companhias aéreas estarem fazendo esses pedidos. O vírus já causou afastamento de tripulantes das escalas de voo e também causou o cancelamento de voos. A variante provocou impacto, também, em outros setores da economia, como a área da saúde e comércio.

A autorização da Anac a Gol foi dada nesta segunda, 17, enquanto o aval à Azul, no dia 12 de janeiro. Será obrigatório às empresas a manterem um comissário para cada 50 passageiros, e assim, para voar com três comissários, os voos terão o número reduzido de passageiros.

Para a Gol, os Boeings 737-800 e 737 Max 8 poderão levar até 150 passageiros, se operar com três comissários. Esses aviões têm capacidade para 186 passageiros.

No caso da Azul, os voos com o Airbus A320 ficarão restritos a 150 assentos;  o avião consegue suportar até 174 passageiros. Nas aeronaves Embraer E195, poderá levar até 100 passageiros e dois comissários; o avião suporta até 118 passageiros.