INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Após os impostos sobre álcool e maconha, premier de Quebec quer taxar não vacinados

Quebec, província de língua francesa do Canadá, está tomando medidas mais radicais como forma de contenção do COVID-19 em seu território. Desde que as compras de substâncias como álcool e maconha se tornaram possíveis apenas com a comprovação de que o usuário tomou vacina contra a doença, o número de cidadãos imunizados aumentou em 400%.

A informação provém do portal G1, que entrevistou o ministro da saúde local, Christian Dubé. Segundo o site, o ministro “afirmou que o número de agendamentos diários subiu de 1,5 mil para mais de 6 mil e agradeceu aqueles que finalmente decidiram dar o primeiro passo para a imunização.”

Além de regular a compra e venda de produtos associados à Société des alcools du Québec (SAQ) e à Société québécoise du cannabis (SQDC), instituições criadas para o controle das vendas de álcool e maconha, respectivamente, no país, o primeiro-ministro da província, François Legault, já prometeu cobrar impostos de todos os adultos que se recusarem a tomar a vacina. O político chamou isso de “contribuição de saúde”, alegando que os não vacinados expõem o resto da população ao perigo de ser contaminado.


Clientes de uma loja de cannabis em 2018 (Foto: Reprodução/ THE CANADIAN PRESS/Ryan Remiorz) 


Mesmo sabendo do perigo causado pela doença e reconhecendo a necessidade de ampliar o número de pessoas vacinadas, algumas pessoas contestam tais posturas. A InfoMoney tentou apresentar a posição da professora quebequense Carolyn Ells, da Universidade McGill, em Montreal, afirmando:

“Embora a cobrança possa ser justificada no contexto de emergência de saúde, sobreviver a provável contestação judicial dependerá dos detalhes” e que “Ela manifestou surpresa com o fato de o governo dar um passo tão “dramático” agora, quando ainda restam opções para expandir a obrigatoriedade de vacinas”.


Portão do Inferno pode ser fechado no Turcomenistão

Família que morreu soterrada em carro, havia viajado para consolar parentes em luto

Covid-19: Saúde diminui de 10 para 5 dias tempo de isolamento de pacientes que testaram negativo e não têm sintomas


Vale lembrar, a despeito, que a província tem o maior número de mortos de todo o país, totalizando 12.028, seguida de Ontario (10.459), ambas em disparidade com Alberta, que conta com 3.352.

 

Foto Destaque: Reprodução/CTV News Montreal 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × quatro =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...