INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Austrália avalia abate em massa de cangurus para evitar que morram de fome

Milhões de cangurus correm o risco de morrer de fome na Austrália caso a explosão populacional do animal não seja controlada. É o que os grupos ambientalistas alertam e estão apoiando o abate em massa desses mamíferos. Atualmente, eles representam um grande problema ambiental no país da Oceania, por conta que do grande crescimento populacional desse animal de forma muito rápida.

O número populacional desse mamífero pode chegar aumentar em dezenas de milhões quando se tem pastagem abundante após estações chuvosas. E ao mesmo tempo, eles podem morrer de fome caso a comida acabe.

A ecologista Katherine Moseby explica que pode se estimar que morreram entre 80% e 90% de cangurus durante a última seca em algumas áreas, ela nos explica que eles entram em banheiros públicos e podem comer até papel higiênico. Segundo ela, o sacrifício desses animais para abate e artigos de couro seria uma forma de “caridade” para poupá-los de um sofrimento e um meio de controlar a população.

A especialista nos explica que isso iria limitar o número de animais, para que eles não tenham algum problema de bem-estar caso ocorra alguma seca. Ela complementa dizendo que se considerássemos como um recurso e o gerenciássemos dessa maneira, não teríamos as mortes catastróficas que conhecemos.


Familia de Cangurus (Foto: Reprodução/Google)


Contudo, o governo da Australia protege esses animais, mas as espécies mais comuns não estão ameaçadas de extinção. Isto significa que podem ser caçados mediante uma autorização prévia, na maior parte territorial.

As organizações de defesa animal denunciam o sacrifico como “abate cruel” e pressionam as maiores marcas de roupas esportivas como Nike ou Puma, a deixarem de usar o couro de canguru em seus produtos.

Em 2021 a Nike se separou do único fornecedor de couro de canguru, e vai acabar com qualquer produto de couro desse animal em 2023, disse um porta-voz da marca em março deste ano. Em Oregon, Estado Americano onde a marca foi fundada, foi criado um projeto de lei no início de 2023 para proibir o uso de “qualquer parte de canguru morto”.

A organização “Animals Austrailia” denuncia que esses animais nativos são abatidos para o lucro comercial. E George Wilson, um dos principais especialistas mundiais em manejo populacional de cangurus nos adverte que as campanhas para acabar com essa indústria apesar de bem intencionadas, são enganosas.

Eles dizem que é antiético. Mas também não é deixá-los morrer de fome, o que seria cruel seria não fazer nada, parar de matar cangurus por seu couro ou carne não trará nenhum benefício, Só vai piorar as coisas”, disse Wilson.

 

Foto Destaque: Canguru e filhote Foto. Reprodução/Google

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...