INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Aves são furtadas de zoológico em João Pessoa

Ao todo 13 animais foram furtados no zoológico Parque Arruda Câmara (Bica), em João Pessoa, durante a madrugada do dia 1 de setembro, mas só teve a informação confirmada nesta quarta-feira (7). O recinto que pertence às aves foi invadido.

Segundo o delegado responsável Nélio Carneiro, a ocorrência foi feita pelo diretor do Parque Rodrigo Fagundes. As espécies que aparecem na lista são papagaio moleiro, sabiá laranja, papagaio verdadeiro, periquitão maracanã, maitaca da cabeça azul, papagaios do mangue, maracanãs, sabiás cinzentos e sanhaços cinzentos.


Espécie de papagaio que está entre as aves furtadas  (Foto: Reprodução/Site)


Por meio de nota, a Secretaria do Meio Ambiente (Semam) de João Pessoa, confirmou que houve o furto e explicou que está “tomando todas as providências para que os responsáveis sejam identificados e punidos”.

Na madrugada do último dia 2 de setembro o Parque Arruda Câmara, Bica, foi invadido e o Recinto das Aves violado, sendo furtados treze pássaros (quatro papagaios, duas maracanãs, uma mailaca, três sabiás, dois sonhaços e uma periquita). 

“A Secretaria de Meio Ambiente (Semam) informa que lamenta profundamente a ocorrência de um crime ambiental federal na área do Parque e está tomando todas as providências para que os responsáveis sejam identificados e punidos. As autoridades policiais foram informadas, a direção do Parque registrou boletim de ocorrência e os técnicos da Semam estão trabalhando para que as aves sejam localizadas e devolvidas.”

“É importante destacar que matar, perseguir, caçar, apanhar, vender ou expor à venda, adquirir ou simplesmente guardar ou ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre sem autorização é crime tipificado no art. 29 da Lei de Crimes Ambientais, com pena que pode variar de seis meses a um ano de detenção, além de multa.”

O delegado Nélio Carneiro, ainda informou que a polícia civil deve começar a convocar pessoas para prestar depoimento ,e as câmeras de segurança devem ser verificadas. Além disso, a investigação vai ser tratada como crime envolvendo animais silvestres, contando com o apoio da polícia federal também.

Foto destaque: Parque Arruda Câmara (Bica), em João Pessoa. Reprodução/Rafael Passos/Secom-JP/Arquivo

 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 2 =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...