INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Brasil ultrapassa a marca de 21 milhões de brasileiros passando fome, aponta ONU

O relatório publicado pela ONU (Organização das Nações Unidas) nesta quarta-feira (12) demonstra que a fome e a insegurança alimentar progrediram no mundo. No território brasileiro, 1,5 milhão de pessoas começaram a fazer parte dessa triste realidade, que atinge mais de 70 milhões de brasileiros.

A insegurança alimentar é quando falta ou há dificuldade em obter alimentos e refeições diárias.

No Brasil, foram 20,1 milhões de pessoas em circunstância de insegurança alimentar grave, contabilizando 9,9% da população.

No total,  na última atualização da ONU (Organização das Nações Unidas) e a FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura), a pesquisa mostra que 70,3 milhões de pessoas no país não possuem a quantidade suficiente para se alimentar. São essas pessoas que sobrevivem em situação de insegurança alimentar moderada/grave. 


Criança chorando por receber comida (Foto: Reprodução/Gettyimages)


A fome no Brasil é um grande problema que persiste há anos. Embora o país possua uma grande extensão territorial e um enorme potencial agrícola, problemas alarmantes como a fome e a desigualdade social fazem com que esse assunto seja delicado e de extrema importância para o desenvolvimento e levantamento de pautas para solucionar esses obstáculos.

No ano de 2022, o valor dos alimentos e suprimentos alimentares aumentaram rápido em todo o mundo. As diferentes e entrelaçadas crises em todas as partes do mundo foram causadas por uma grave situação geopolítica, econômica e ecológica, causadas pelos efeitos do aquecimento global e também pelas cadeias produtivas causadas pela pandemia de COVID-19.

 A pandemia de COVID-19 desorganizou significativamente a cadeia global de produtos alimentares, causando irrupções nos canais de distribuição da indústria alimentar. Com isso, os preços dos combustíveis e transporte aumentaram ainda mais a dificuldade de distribuição dos alimentos.

Sendo assim, os preços dos produtos para a alimentação aumentaram tanto que as pessoas com baixa renda não conseguem suportar por tanto tempo esse preço alto dos alimentos, fazendo com que entrem em estado grave de insegurança alimentar.

Foto destaque: Campanha de distribuição de comida sendo feita para pessoas em situação de rua. Reprodução/Gettyimages

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...