INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Esposa de político assassinado diz que morte foi por ausência de segurança

Esposa de político assassinado diz que morte foi por ausência de segurança

Na noite de quarta-feira (9), a esposa de Fernando Villavicencio, candidato à presidência no Equador, disse que a morte do político se deu por falta de segurança e logística, o que teria facilitado a morte do candidato.

A fala foi feita em entrevista concedida à rádio equatoriana. Na entrevista, ela afirma que havia um plano inicial, que era para que o marido saísse pela porta dos fundos, o que não aconteceu, resultando na morte de Fernando Villavicencio.


Esposa de político assassinado diz que morte foi por ausência de segurança

Fernando Villavicencio entra no carro após comício em Quito. (Foto: reprodução/Pixabay)


Entenda o caso

Após deixar o comício em Quito, Villavicencio foi morto com três tiros que lhe atingiram a cabeça. A esposa, Verónica Saraúz, disse que o protocolo de segurança tinha como determinação que o político deixasse o local de realização do comício, no centro de Quito, pela porta dos fundos, onde não havia acesso ao público. Porém, mesmo com as orientações, segundo ela, a equipe responsável pela segurança e logística do marido resolveu sair pela porta da frente, o que resultou na tragédia. Villavicencio recebeu três tiros na cabeça, quando entrava no carro.

Em entrevista à rádio Élite, do Equador, Verónica Saraúz chegou a dizer que houve falhas da equipe de segurança do marido. “A equipe de segurança do Fernando falou. O chefe da logística falhou. O chefe da segurança falhou”, enfatizou.

Essa é a primeira entrevista concedida pela viúva de Villavicencio. Saraúz diz que vai em busca de justiça pela morte do marido.

Denúncias, narcotráfico e corrupção

Fernando Villavicencio trabalhava como jornalista investigativo em seu país, antes de se candidatar ao cargo de presidente do Equador. Enquanto jornalista investigativo, Villavicencio realizou diversas denúncias que envolviam o narcotráfico e a corrupção da elite política do país. Segundo o cientista político, Maurício Santora, “ele mexeu em interesses de muitos poderosos”.

Em um vídeo que viralizou nas redes sociais, vê-se Villavicencio saindo do colégio onde aconteceu o comício, rodeado por policiais que o ajudam a entrar no carro. Momentos antes de fechar a porta, disparos e gritos são ouvidos. Foi o momento em que disparam contra a vida do político.

O governo do Brasil manifestou condolências. Em nota, o governo diz que “transmite suas sentidas condolências à família do candidato presidencial e ao governo e povo equatorianos”, finaliza. Villavicencio aparecia em 5° lugar na última pesquisa de intenção de voto, divulgada na terça-feira (8), conforme o Jornal “El País”. A votação tem data marcada e acontece no próximo dia 20 de agosto.

 

Foto Destaque: Fernando Villavicencio com slogan da campanha. Reprodução/Pixabay

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...