INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Governo Federal libera 200 milhões para combate de gripe aviária


Na manhã desta terça-feira (6) foi publicado no “Diário Oficial” a informação do Ministério da Agricultura e Pecuária sobre a abertura de crédito extraordinário no valor de R$ 200 milhões destinados ao combate da Influenza Aviária de Alta Patogenicidade (IAAP). O H5N1 é um subtipo do vírus influenza, atinge principalmente as aves, sendo menos comum em mamíferos e em humanos. Em nota, o ministério disse:

Com o estado de emergência zoossanitária em vigor no país e a confirmação de casos de Influenza Aviária em aves silvestres em quatro estados, as ações de controle e contenção da doença serão intensificadas. Assim, o crédito extraordinário será aplicado no Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa). A MP é assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet“.


 

Gripe aviária: por que o vírus influenza H5N1 preocupa cientistas e pode  causar próxima pandemia - BBC News Brasil

Ave (Foto Reprodução/Getty Images)


Devido à subida do número de focos da doença, de 19 para 24, (entre São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Rio Grande do Sul), o Governo Federal reconheceu a necessidade de liberar o crédito de emergência zoosanitária, já em vigor no País.

Apesar desses eventos, a “Organização Mundial de Saúde” (OMS) tranquiliza a população, no Brasil todos os casos confirmados são de aves silvestres, que vivem livres na natureza. Não há local de concentração da gripe aviária no País em aves de granja. O primeiro foco foi confirmado em São Paulo, em Ubatuba. O gênero envolvido é ave da espécie trinta-réis-real (Thalasseus maximus).


 

Galinhas

Ave (Foto Reprodução/Getty Images)


Embora seja menos comum, a gripe aviária pode infectar os seres humanos que tiveram contato com aves doentes, podendo ser transmitido de pessoa para pessoa. Os sintomas são semelhantes aos da gripe comum: tosse, febre, dor de garganta, dores musculares, dor de cabeça e falta de ar.



A preocupação no combate à gripe aviária, segundo o ministro da agricultura Carlos Fávaro, é o rápido avanço da doença que pode impactar diversos setores do País. O ministro, disse inclusive, que a medida foi formulada conjuntamente com os ministério da Saúde e do Meio ambiente e Mudança de Clima, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Defesa Civil, incluindo os órgãos estaduais.


 

Foto em Destaque: ave trinta-réis-real (Thalasseus maximus) (Reprodução/Pinterest)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =

Advertisement

News