INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Hamilton Mourão defende oposição “dentro dos ditames democráticos e constitucionais”

O vice-presidente da república e general do exército, Hamilton Mourão usou nesta quinta-feira, 24, sua conta no Twitter para se manifestar sobre a decisão do TSE em rejeitar o pedido de invalidação de votos do segundo turno feita pelo PL. Na declaração, Mourão convocou a direita conservadora para “combater a esquerda revolucionária” e diz que isso deverá acontecer “dentro dos ditames democráticos e constitucionais.”

Um dia antes, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, o ministro Alexandre de Morais havia se manifestado contra a ação feita pela coligação Pelo Bem do Brasil, que lançou a candidatura à reeleição de Jair Bolsonaro. Nela, pedia-se a invalidação dos votos de cerca de 279 mil urnas eletrônicas no segundo turno.

O ministro condenou a ação sob multa de R$22,9 milhões por litigância de má fé. Ainda na decisão, Morais bloqueou o fundo partidário aos nomes que compunham a coligação: PL, PP e Republicanos.

Em sua conta, o vice-presidente e senador eleito no primeiro turno declarou que o recurso do PL – protocolado há mais de 20 dias depois da proclamação do resultado oficial das eleições, não dá ao TSE o direito de rejeitá-lo de forma peremptoriamente. “Supressão discricionária do direito de recorrer e sanções desproporcionais configuram vingança, tudo o que o país não precisa neste momento”, completa.


<blockquote class=”twitter-tweet”><p lang=”zxx” dir=”ltr”><a href=”https://t.co/rq4Fe1kw96″>pic.twitter.com/rq4Fe1kw96</a></p>&mdash; General Hamilton Mourão (@GeneralMourao) <a href=”https://twitter.com/GeneralMourao/status/1595795863699619840?ref_src=twsrc%5Etfw”>November 24, 2022</a></blockquote> <script async src=”https://platform.twitter.com/widgets.js” charset=”utf-8″></script>


 

 

O pedido

Ainda nesta semana, na terça-feira, 22, o partido do presidente Jair Bolsonaro, PL, moveu um pedido ao TSE para que fossem invalidados os votos de mais de 250 mil urnas eletrônicas durante o segundo turno das eleições.

O partido alegava que os arquivos de “log” – que contém todas as atividades de funcionamento das urnas – não tem o número de identificação dos modelos de 2009, 2010, 2011, 2013 e 2015. Aparecendo somente o número das urnas de 2020.

Com isso, o PL alegou que, pela falta do número de identificação das urnas eletrônicas, não se pode confirmar se os equipamentos dos cinco modelos apresentados fazem parte daqueles que foram homologados pelo TSE.

Entretanto, o pedido abrange apenas os resultados obtidos no segundo turno das eleições. Sob alegação de que o presidente Bolsonaro teria vencido a disputa à reeleição com 51,05% dos votos. O PL não questionou os resultados do primeiro turno, em que justamente elegeu a 99 dos 511 candidatos da legenda à Câmara dos Deputados.

 

Foto destaque: Vice-presidente da República e Senador eleito, Hamilton Mourão. Reprodução: Brasil de Fato.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...