INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Múmia descoberta no Peru pode ter cerca de 1.200 anos

Nesse último fim de semana pesquisadores e arqueólogos descobriram uma múmia pré-inca, em Cajamarquilla próxima a região de Lima, capital do Peru. A expedição realizada pela equipe composta pela arqueóloga Yomira Silvia Huamán Santillán, o professor Pieter Van Dalen Luna, e alguns alunos da Universidade San Marco e outros participantes de diversos centros educacionais peruanos.

Os restos mortais foram encontrados durante a escavação e estavam bem preservados. A múmia estava em posição fetal, amarrada em cordas e com possíveis oferendas de cerâmica, restos vegetais e ferramentas de pedras. Segundo informações da arqueóloga Yomira Huamán esse era o padrão de sepultamento que indica que ele viveu na região serrana. E prova que possivelmente os povos da região de costeiro e serrano conviviam entre si.


Foto: Rumbos del Perú/ Reprodução: Facebook


“A múmia estava dentro de uma estrutura funerária subterrânea oval, que tinha uma plataforma no lado norte acessada por uma escada de sete níveis”, informa a arqueóloga Yomira Huamán, em uma publicação no Instagram da UNMSM (Universidade Nacional Maior de São Marcos)

A equipe acredita que se trata de um homem que viveu entre 800 e 1200 anos atrás, trata-se de alguém que viveu em uma época que antecede ao império inca, que dominou a parte sul da américa do sul a 500 anos.

Os arqueólogos deduziram que os restos mortais são de uma pessoa que vivia na parte de alta andina entre o litoral e as montanhas do país. A lugar onde foi encontrada é próximo ao destino turístico Machu Picchum que é lar de centenas de sítios arqueológicos.

https://inmagazine.ig.com.br/post/COVID-19-Brasil-nao-recebera-pessoas-de-seis-paises-da-Africa-para-conter-nova-variante

https://inmagazine.ig.com.br/post/Startup-inicia-projeto-para-desenvolver-leite-sem-vaca

https://inmagazine.ig.com.br/post/Franca-ira-proibir-venda-de-caes-e-gatos-em-2024

Em relatos os pesquisadores acreditam que os restos mortais podem pertencer a cultura Chaclla, e que a análise do cadáver pode contribuir para a descoberta de detalhes sobre essa cultura que antecede os Incas. E com mais pesquisas podem definir sua idade exata, e também será possível extrair informações sobre as interações com locais do vale Rímac (Um dos três vales que cortam Lima).

Foto destaque: Foto: Rumbos del Perú/ Reprodução: Facebook.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...