INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Museu do Ipiranga reabre às vésperas da celebração da Independência do Brasil

Nesta terça-feira (6), ocorre a reabertura do Museu do Ipiranga, localizado em São Paulo, local que reúne grandes artefatos da história do Brasil. A estrutura passou por restaurações no orçamento de R$ 235 milhões e após nove anos fechado ao público, às vésperas da celebração do DIa da Independência, ele começa a receber novamente seus visitantes. O museu público é o mais antigo da cidade e considerado patrimônio histórico federal.

O edifício foi isolado no ano de 2013 para início das reformas quando o local se encontrava sob condições negativas na estrutura. O prédio que é administrado pela USP, continha em sua estrutura focos de desabamento do teto e infiltrações graves. A princípio o foco das reformas era a restauração sem alterar conservando a estrutura e essência do antigo museu, que matinha funcionamento desde a inauguração em 1890. Durante os anos de revitalização, foram investidos R$235 milhões e mais 6.800 metros quadrados construídos, dobrando a extensão original do local. Nos novos espaços, foram incluídos um auditório com capacidade para 200 pessoas, um mirante de 306° no topo do prédio e salas de exposições temporárias no subsolo.


Quadro “Independência ou Morte” ilustrado por Pedro Américo em 1888, presente no Museu do Ipiranga em São Paulo. (Foto. Reprodução/Twitter)


De acordo com as palavras do chefe e docente da Divisão e Acervo de Curadoria do museu, Paulo Garcez, para a Forbes, as obras deram furto a um espaço ainda mais receptivo aos visitantes. ” A sociedade irá se reencontrar com um museu modernizado e plenamente acessível, que enfim poderá voltar a cumprir seu papel”. O professor comentou também que recuperar o espaço repleto de materiais do século XIX necessitou um trabalho minucioso. As fachadas do museu foram pintadas por uma tinta mineral exclusivamente desenvolvida, onde estudos de laboratórios auxiliaram na procura do tom original.

As diversas colunas, portas e janelas não foram as únicas coisas a passarem pelo processo de revitalização no museu, as obras e acervos históricos também passaram pelo processo. Mais de 3.000 objetos receberam tratamento de restauração, incluindo o grande quadro “Independência ou Morte”, de 4,15 metros por 7,60 metros, ilustrado por Pedro Américo em 1888, que foi restaurado no local com ajuda de andaimes. A obra havia sido restaurada pela última vez em 1970 em comemoração aos 150 anos de Independência.

Foto destaque: Fachada com jardim do Museu do Ipiranga. Foto. Reprodução/Twitter

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − 5 =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...