INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Presidente Lula critica violência na Faixa de Gaza

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), durante a recepção das 32 pessoas repatriadas na última segunda feira (13), criticou o atentado do grupo armado palestino Hamas em 7 de outubro, criticando a ação, mas também apontando que as Forças de Defesa de Israel protagonizam, em sua visão, “atos de terrorismo”. Aos 78 anos, o presidente expressou sua indignação com o atual conflito na Faixa de Gaza, classificando a violência como brutal e desumana, especialmente contra inocentes. Ele argumentou que, assim como o Hamas cometeu atos de terrorismo, o Estado de Israel também está envolvido em várias ações terroristas.

Indignação

“Se o Hamas cometeu um ato de terrorismo e fez o que fez, o estado de Israel também está cometendo vários atos de terrorismo ao não levar em conta que as crianças, ao não levar em conta que as mulheres não estão em guerra”, destacou o presidente.

Durante o discurso, o presidente enfatizou o impacto devastador do conflito nas crianças, mencionando um alarmante número de 5 mil mortes e 1.500 crianças desaparecidas. Ele lamentou a destruição de décadas de construção de infraestrutura, como casas, escolas e hospitais, resultante dos ataques.


Lula na base aérea de Brasília para receber os repatriados. (Foto: reprodução/Ricardo Stuckert/PR)


Nota

Antes desse pronunciamento, Lula já havia feito críticas a Israel durante um evento em Brasília, o que gerou uma resposta da Confederação Israelita do Brasil. Em nota, a confederação considerou equivocada a equiparação feita por Lula entre as ações de Israel e do grupo terrorista Hamas.

A fala hoje do presidente Lula equiparando as ações de Israel ao grupo terrorista Hamas é equivocada e perigosa. Desde o começo dessa trágica guerra, Israel vem fazendo esforços visíveis e comprovados para poupar civis palestinos”, afirma o comunicado da Confederação Israelita do Brasil.

Do grupo de 32 repatriados, composto por 22 brasileiros e 10 palestinos, sendo três parentes de brasileiros e sete com Registro Nacional de Migração (RNM) para obter status de refugiados, a maioria estava no Sul da Faixa de Gaza, nas cidades de Khan Younis e Rafah.

A saída de Gaza começou no domingo (12), passando pelo controle migratório palestino e, posteriormente, indo para a estação do Egito, onde foram recebidos pela equipe da embaixada do Brasil no Cairo. Após trâmites migratórios, os brasileiros seguiram para o Cairo, numa viagem de cerca de seis horas em veículos da embaixada. A aeronave da FAB aguardava próximo ao Cairo, e após uma noite em hotel na cidade, embarcaram para o Brasil na segunda-feira, com duas paradas técnicas em La Palma, Espanha, e Recife, Pernambuco.

Foto destaque: Lula recebe repatriados em Brasília. (Reprodução/Evaristo Sá/AFP)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...