INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Racismo: Ministério Público investiga ato que retratou crianças negras como escravas no Paraná

O Ministério Público do Paraná investiga a prefeitura da cidade de Piraí do Sul, pelo fato ocorrido durante desfile cívico em comemoração ao 7 de setembro, que marcou o bicentenário da independência, ocorrido neste domingo (18).

Em vídeo que viralizou nas redes sociais, publicado pela própria prefeitura, crianças negras são retratadas como escravas, usando correntes e trapos, enquanto crianças brancas os levam em um carro alegórico que representa um navio português, vestindo trajes de navegador e empunhando espadas e lunetas cenográficas. Em um momento do desfile, crianças brancas andam com uma placa que identificava a família real portuguesa. Após viralizar, a prefeitura apagou o vídeo. 

O evento ocorreu na Avenida Bernardo Barbosa Milléo, localizada no centro da cidade, e teve como participantes alunos de escolas municipais e estaduais, autoridades, associações, dentre outros grupos. Segundo a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed), as crianças que aparecem no vídeo são estudantes de escola municipal.

Em nota oficial publicada nesta segunda (19) no site oficial, a prefeitura do Município de Piraí do Sul afirmou que “as escolas possuem autonomia para manifestações, e que o Município entende que em momento algum o ato ficou caracterizado como ofensa aos negros, nem se destinou a qualquer desrespeito à dignidade da pessoa humana.” Na mesma nota, a prefeitura ainda fala que o evento tinha como objetivo desenvolver o civismo e o sentimento de pertencimento na população da cidade.

O Ministério Público do Paraná relatou em nota que apura o ocorrido, mas que, por envolver menores de idade, a investigação é sigilosa. 

A Defensoria Pública do Estado também anunciou a abertura de investigação nesta terça (20) e caracterizou o caso como extremamente grave.


Crianças negras foram retratadas como escravas em Piraí do Sul. (Foto: Reprodução/Instagram)


Vale lembrar que a colonização imposta por Portugal ao Brasil foi um regime autoritário baseado na exploração e extermínio dos povos nativos, bem como a escravização dos povos trazidos do continente africano. É importante colocar, também, que o racismo no Brasil é latente e estrutural, em função dos mais de três séculos de escravidão que marcaram a história do país.

 

Foto Destaque: Crianças negras são vestidas como escravos em Piraí do Sul. Reprodução/Instagram.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − 4 =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...