INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Saiba como proteger o seu cachorro das baixas temperaturas

Esses últimos dias estão sendo de temperaturas intensas.. O Distrito Federal teve o dia mais gelado de sua história, com: 1,4 °C, e em São Paulo os registros foram na casa dos 6,6 °C. Segundo os climatologistas, o clima só deve voltar a esquentar na próxima segunda-feira (22).

Em meio a esse frio, os tutores de cachorros ficam com uma dúvida: será que eles sentem frio igual aos humanos? A resposta é sim. Mesmo que eles tenham pelos e organismo diferentes do nosso, ainda podem sofrer com as baixas temperaturas.

Segundo o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo, o ar mais seco pode ocasionar problemas respiratórios e os pets com idade mais avançada podem sentir desconforto nas articulações por conta do frio.

Da mesma maneira que ocorre conosco, as baixas temperaturas provocam uma queda na imunidade dos animais, podendo causar a Doença Respiratória Infecciosa Canina – ou tosse dos canis.

 

Principais sinais de que o seu cachorro está com frio

• Tremedeira

• Deitar enrolado

• Procurar ficar em cima de tapetes

• Ficar mais “entocado” nos cantinhos da casa

• Não se exercitar muito, ficando mais recolhido

Você também pode verificar a temperatura do seu cão, tocando na orelha, focinho e patas: se estiverem geladas, é sinal de que ele está passando frio.


Baixas temperaturas podem ser prejudiciais para o seu companheiro (Reprodução: Pexels/Ingrid Dietrich)


Condição corporal do cão x frio

A condição corporal influencia no controle de temperatura do corpo, ou seja, os cães maiores tendem a ter mais reserva de gordura, o que ajuda a mantê-los aquecidos.  Se a temperatura chegar na casa dos 10ºC a 7ºC, considere deixar seu cão protegido do frio, principalmente os que ficam no quintal. No geral, cães de pelos curtos costumam ter mais dificuldades para controlar a temperatura, sendo que algumas raças podem sofrer mais com o frio do que outras. Avalie as características físicas dele e dê todo o cuidado que for preciso para ele ficar quentinho.

Como ajudar?

É ideal manter os animais dentro de casa, em um ambiente protegido das baixas temperaturas e que irá garantir que ele fique aquecido. É importante ter uma caminha com cobertores, para ajudar a aquece-los. As roupas também são opções para os cachorros de pelo curto e que aceitam usá-las. Também se deve impedir, ao máximo, o contato das patinhas com o chão gelado, usando jornais, tatames ou algo parecido.

 

Cuidado com os banhos

O ideal é evitar banhos no frio, pois pode ser prejudicial à saúde deles. Nos cães de pequeno porte, os banhos podem ocorrer uma vez na semana. Já em cães de porte médio ou grande, o ideal é que tomem banho a cada 15 dias.

Outra recomendação é que os profissionais não deixem a pelagem úmida. Os pelos do animal devem ser bem secos e o pet não deve ser exposto ao vento e, se possível, evitar a tosa, já que isso expõe os animais ao frio.

 

Foto Destaque: Um filhote de cachorro. Reprodução: Pexels/Dominika Roseclay 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 7 =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...