INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Senado aprova incentivo financeiro para estudantes do ensino médio

Senado aprova incentivo financeiro para estudantes do ensino médio

O plenário do Senado Federal estabeleceu,na última quarta-feira (20), a aprovação do projeto de lei voltado a beneficiar 2,5 milhões de estudantes de baixa renda do ensino médio. Com a manutenção do texto proveniente da Câmara dos Deputados, o projeto agora aguarda a sanção presidencial.

Conforme acordado com os deputados, o governo terá autorização para destinar até R$ 20 bilhões ao programa, sendo R$ 13 bilhões provenientes dos superávits do Fundo Social ligado ao pré-sal. O montante aprovado, mais que o dobro da previsão inicial de R$ 6 bilhões, seria suficiente para financiar dois anos da iniciativa, segundo análise realizada na Câmara.

Importância para a educação básica


Senado aprova incentivo financeiro para estudantes do ensino médio

Estudantes com renda familiar mensal de até R$ 218 por pessoa terão prioridade. (Foto: reprodução/Kobus Louw/CER)


O texto, de autoria da deputada Tabata Amaral (PSB-SP), teve sua relatoria conduzida pela senadora Teresa Leitão (PT-PE). A parlamentar destaca o mérito do projeto em estimular a permanência de adolescentes e jovens no ensino médio, promovendo uma formação ampla e de qualidade.

Com base em dados do IBGE, a relatora ressalta que, em 2022, 7,8% dos brasileiros de 15 a 17 anos estavam fora da escola, destacando a importância do projeto diante desse cenário.

Requisitos para bolsa

Para ter direito à bolsa, o estudante deverá cumprir uma série de requisitos, como matrícula no início do ano letivo, frequência escolar de 80% das horas letivas, aprovação anual, participação em exames e avaliações, entre outros.

O estímulo será direcionado a estudantes de baixa renda matriculados no ensino médio da rede pública, com prioridade para aqueles com renda familiar de até R$ 218 por pessoa. Estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) entre 19 e 24 anos incompletos também podem ser beneficiados.

O Ministério da Educação ficará responsável por verificar o cumprimento das condições pelos estudantes, garantindo a efetividade do programa.

Poupança ensino médio

O projeto autoriza o governo a destinar a maior parte dos recursos a saques imediatos, reservando um terço para contribuições na poupança de longo prazo, a ser resgatada após a conclusão do ensino médio. Os pagamentos estarão condicionados a requisitos como matrícula, frequência escolar mínima, aprovação e participação em avaliações. Em caso de descumprimento, os valores deverão retornar ao fundo federal.

A deputada Tabata Amaral, autora do texto, destaca a importância da Poupança Ensino Médio como um mecanismo concreto para evitar que os jovens se vejam obrigados a escolher entre um prato de comida e a conclusão dos estudos. Essa iniciativa, segundo ela, assume um papel relevante no contexto educacional do país, proporcionando uma alternativa que visa combater dilemas financeiros que poderiam comprometer o acesso à educação.

 

Foto destaque: Com o uso de até R$ 20 bilhões no programa, o projeto cria um incentivo financeiro a 2,5 milhões de estudantes (Reprodução/Nova Escola)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...